Executar um backup e uma restauração completos do Tableau Server

Use as seguintes etapas para fazer backup da sua implantação do Tableau Server. Especificamente, estas etapas descrevem como recuperar um clone de um servidor em uma coleção de dados e ativos de backup.

Observação: a execução do processo de backup pode demorar muito tempo. Como nenhum outro trabalho pode ser executado durante o backup, recomendamos que você execute o backup fora do horário comercial.

Tipos de dados de backup

Há dois tipos de dados de backup que o Tableau Server pode gerar. Recomendamos realizar backups de cada tipo, caso você necessite restaurar um servidor em um cenário de recuperação:

  • Repositório de dados: os dados do Tableau Server consistem no banco de dados ou repositório PostgreSQL do Tableau, que contém metadados da pasta de trabalho e do usuário, arquivos de extração de dados e dados de configuração do site. Quando você usa o TSM para criar um backup, tudo isso é salvo em um único arquivo criado com a extensão .tsbak. O backup desses dados é feito com o comando tsm maintenance backup.

  • Dados de configuração e de topologia: incluem a maioria das informações de configuração do servidor que são necessárias para a recuperação completa de um servidor. SMTP, alertas, alguns ativos de autenticação são exemplos de dados de configuração exportáveis para backup. Os dados de topologia definem como os processos do Tableau Server são configurados em implantações de servidor único e de vários nós. O backup dos dados de configuração e de topologia é feito com o comando tsm settings export.

Observação: é possível alterar o valor padrão do caminho do arquivo usado pelo comando tsm maintenance backup. Para obter mais informações, consulte tsm File Paths.

Ativos de backup que necessitam de processo manual

Alguns dados de configuração não estão incluídos no comando tsm settings export e, portanto, devem ser documentados e restaurados manualmente. Os dados de configuração a seguir são excluídos da operação tsm settings export. O seu processo de manutenção de backup deve incluir a documentação dos seguintes dados de configuração do Tableau Server:

  • Contas de usuário do sistema. A instalação do Tableau Server cria um usuário não privilegiado, NetworkService. Essa conta é usada para acessar os recursos do Tableau Server. Se você não a alterou, não precisa documentá-la.

  • Configuração de implantação de serviço de coordenação. Se estiver executando em um cluster com vários nós, documente quais nós estão executando o processo de serviços de coordenação. Para visualizar a configuração do processo em seus nós, execute tsm topology list-nodes -v.

  • Configurações de personalização Se a sua empresa usar um cabeçalho personalizado ou logotipos de logon para as páginas da Web do Tableau Server, inclua uma cópia desses ativos no seu portfólio de backup. Consulte tsm customize.

  • A maioria dos ativos de autenticação. O TSM não faz o backup da maioria dos arquivos de certificado, arquivos-chave, arquivos keytab ou outros ativos relacionados à autenticação. Existem três exceções:

    • O certificado público e a chave privada para o banco de dados PostgreSQL (se ativado) são copiados.
    • O certificado e a chave do SSL externo são copiados e incluídos nos dados de configuração.
    • O certificado personalizado instalado por tsm security custom-cert add (se adicionado) é copiado.

    No entanto, todos os outros ativos relacionados à autenticação não são salvos em um backup. Por exemplo, se você habilitou o acesso ao banco de dados PostgreSQL com o comando tsm data-access repository-access enable, assegure-se de documentar os pares de nome/senha para cada conta configurada. Essas credenciais não são salvas no backup. O certificado e a chave do SSL mútuo não estão incluídos no backup.

  • Ativos LDAP. O TSM não faz backup de arquivos keytab, arquivos de configuração ou outros ativos relacionados ao LDAP.

Os segredos do servidor interno e as senhas do repositório são configurações relacionadas à criptografia que não são exportadas. Entretanto, você não precisa documentar os valores de configuração. Novos segredos serão criados como parte do processo de restauração quando a nova instância for inicializada.

Backup do Tableau Server para recuperação

O Tableau Server inclui comandos executados para gerar dados de backup para o Tableau Server.

Antes de fazer backup do Tableau Server, verifique se as permissões estão configuradas corretamente para os seguintes cenários:

  • O Tableau Server instalado em uma unidade não padrão: se você tiver instalado o Tableau Server em uma unidade ou pasta não padrão, será necessário configurar manualmente as permissões para a conta de Serviço de rede. Talvez seja necessário configurar também permissões adicionais para a conta de serviço Run As. Consulte Instalando em um local não padrão.
  • Gravação do backup em uma unidade de rede: a conta de serviço Run As (por padrão, Serviço de rede) deve ter acesso de gravação no compartilhamento de rede onde os arquivos de backup são gravados.

Para fazer backup dos dados de topologia e configuração do servidor, use o comando tsm settings.

  1. Os dados de topologia e configuração são incluídos ao executar o comando tsm settings export. Os dados são exportados como um arquivo json. Especifique o nome e a localização do arquivo json ao executar o seguinte comando:

    tsm settings export -f <filename>.json

    Observação: como o backup contém segredos, recomendamos que você criptografe o backup e o armazene em um local seguro. Para obter mais informações sobre os segredos do Tableau Server, consulte Gerenciar segredos do servidor.

  2. Fazer backup dos dados do repositório. O backup dos dados do repositório é feito com o comando tsm maintenance backup. Especifique o nome e a localização do arquivo de backup ao executar o seguinte comando:

    tsm maintenance backup -f <filename>.tsbak -d

    Por padrão, o arquivo de backup é gravado aqui:

    C:\ProgramData\Tableau\Tableau Server\data\tabsvc\files\backups\<filename>.tsbak

    Para obter mais informações sobre onde os arquivos de backup são salvos, consulte tsm File Paths. Para obter mais informações sobre como fazer backup dos dados do repositório, consulte Fazer backup dos dados do Tableau Server.

Restauração de uma funcionalidade do núcleo do Tableau Server

O procedimento abaixo usa os ativos das duas seções anteriores para reconstruir um Tableau Server em um cenário de recuperação.

Observação: se for necessário restaurar apenas o repositório em um Tableau Server que, fora isso, funcione normalmente, consulte Restaurar de um backup. Se você estiver executando uma implantação distribuída e o seu nó inicial falhou, consulte Recuperação de falha no nó inicial.

Os seguintes ativos precisam estar disponíveis:

  • Dados de topologia e configuração: é o arquivo json gerado pelo comando tsm settings export.

  • Arquivo de backup de repositório: este é o arquivo com uma extensão .tsbak gerada pelo comando tsm maintenance backup.

  • Ativos de backup: esses ativos incluem a lista de configurações documentadas, conforme citado na seção anterior.

Para restaurar um Tableau Server independente
  1. No computador onde deseja restaurar o Tableau Server, Instalar o TSM. Se a sua empresa usou contas de usuário de sistema não padrão, conforme descrito no começo da seção deste tópico, será necessário especificar os usuários durante esta etapa.

  2. Ativar e registrar o Tableau Server.

  3. (Opcional).Configure o firewall local. Consulte "Configuração do firewall local" em Antes da instalação....

  4. Importe os dados de topologia e configuração. Copie o arquivo de backup json de topologia e configuração para o computador pessoal. Importe o arquivo de configuração executando o seguinte comando:

    tsm settings import -f <filename>.json

  5. (Opcional). Aplique as alterações pendentes. Em um prompt de comando, execute:

    tsm pending-changes apply

  6. Reinicie o Tableau Server. Em um prompt de comando, execute:

    tsm restart

  7. Restaure os dados do repositório. Consulte Restaurar de um backup.

Para restaurar um cluster do Tableau Server
  1. No nó inicial, Instalar o TSM. Se a sua empresa usou contas de usuário de sistema não padrão, conforme descrito no começo da seção deste tópico, será necessário especificar os usuários durante esta etapa.

  2. No nó inicial, Ativar e registrar o Tableau Server.

  3. (Opcional). No nó inicial, configure o firewall local. Consulte "Configuração do firewall local" em Antes da instalação....

  4. No nó inicial, verifique o LDAP (opcional) e inicialize o Tableau Server. Consulte Configurar as definições do nó inicial.

  5. No nó inicial, execute tsm topology nodes get-bootstrap-file --file <path\file>.json.

  6. Copie o arquivo bootstrap.json para todos os nós adicionais do cluster.

  7. Em cada nó adicional do cluster, instale o pacote do Tableau Server.

  8. No nó inicial, execute o tsm topology list-nodes -v e verifique se os nomes dos nós não foram alterados nas configurações de topologia exportadas. Se tiverem sido alterados, as configurações de topologia devem ser atualizadas manualmente com novos nomes ou os processos devem ser configurados manualmente.

  9. No nó inicial, Implantar um ensemble do Serviço de coordenação. A configuração de ensemble deve corresponder à sua configuração anterior.

  10. No nó inicial, importe os dados de topologia e configuração. Copie o arquivo de backup json de topologia e configuração para o computador pessoal. Importe o arquivo de configuração executando o seguinte comando:

    tsm settings import -f <filename>.json

  11. No nó inicial, aplique as alterações pendentes. Em um prompt de comando, execute:

    tsm pending-changes apply

  12. No nó inicial, reinicie o Tableau Server. Em um prompt de comando, execute:

    tsm restart

  13. No nó inicial, restaure os dados do repositório. Consulte Restaurar de um backup.

Restaurar outra funcionalidade

Se o servidor anterior tiver sido configurado com os seguintes recursos, você precisará reabilitar e reconfigurá-los no servidor restaurado:

Criptografe novamente as extrações após a restauração

Opcionalmente, se estiver usando o recurso de criptografia de extração em repouso, depois que o backup for restaurado, você poderá criptografar novamente as extrações usando chaves de criptografia diferentes. Consulte Criptografia de extração em repouso.

Execute o tabcmd reencryptextracts <site-name> para criptografar novamente as extrações em determinado site. Para obter mais informações, consulte reencryptextracts. Execute esse comando em cada site que armazena extrações criptografadas. Dependendo do número de extrações criptografadas no site, essa operação pode consumir uma carga significativa de processamento de servidor. Considere executar essa operação fora do horário comercial.

Agradecemos seu feedback! Ocorreu um erro ao enviar o feedback. Tente novamente ou envie-nos uma mensagem.