Configurar as definições do nó inicial

Este tópico descreve como definir as configurações fundamentais do servidor como parte do processo inicial de instalação do Tableau Sever.

Pré-requisitos

Antes de continuar com os procedimentos nesse tópico, conclua pré-requisitos a seguir, como descrito em Instalação e configuração do Tableau Server:

Após ter ativado e registrado o Tableau Server, o programa de instalação exibirá a página Configuração.

Observação: se você precisar configurar o Tableau Server para se conectar a um diretório LDAP que não seja um Active Directory, será necessário usar a CLI do TSM.

Configurações do repositório de identidades

É obrigatório definir as configurações do repositório de identidades do computador com o Tableau Server. O repositório de identidades gerencia as contas do Tableau Server. Você pode configurar o repositório de identidades para sincronizar com um diretório externo (OpenLDAP ou Active Directory, por exemplo) ou configurá-lo para gerenciar e armazenar contas no Tableau Server. Se estiver usando um logon único na solução (OpenID, SAML, Kerberos etc), consulte os tópicos a seguir antes de configurar o repositório de identidades:

Importante: após configurar e aplicar as definições do repositório de identidades, ele não poderá ser alterado.

Se você selecionar Active Directory, o Tableau Server preencherá os campos Domínio e NetBIOS do computador que executa a Configuração. Em alguns casos, a Configuração pode não exibir esses atributos. Para obter mais informações sobre como o Tableau Server se conecta e comunica com o Active Directory, consulte Gerenciamento de usuários em implantações do Active Directory.

Conta de serviço Run As

Por padrão, o Tableau Server é executado sob a conta Serviço de rede. Para usar uma conta que se adapte à autenticação NT com fontes de dados, especifique um nome de usuário e uma senha. Consulte Conta de serviço Run As para saber mais sobre como criar e usar uma conta de usuário específica.

Importante: inclua o nome de domínio com o nome de usuário, por exemplo, example\tableaurunas.

Insira a senha que você criou para essa conta.

Porta de gateway

A porta padrão para acesso na Web ao Tableau Server (via HTTP) é a porta 80. Se o programa de instalação determinar que a porta 80 está em uso quando você instalar pela primeira vez o Tableau Server, uma porta alternativa (por exemplo, 8000) é usada e mostrada na caixa Número de porta.

Talvez você precise alterar a porta devido a outras necessidades de rede, por exemplo, se tiver um firewall de hardware ou proxy que proteja o host do Tableau Server, o que poderá tornar indesejável a execução de um sistema back-end na porta 80.

Dados de uso do produto

Por padrão, o Tableau Server compartilha dados de uso com o Tableau, nos ajudando a entender melhor como você usa nossos produtos, melhora sua experiência geral e cria recursos altamente inteligentes que tornam o Tableau ainda mais avançado.

Desmarque essa opção se não quiser que os dados de uso sejam enviados ao Tableau.

Você também pode alterar essa configuração após a instalação, na guia Manutenção do TSM na UI da Web do TSM ou usando a CLI do TSM. Para obter mais informações, consulte Dados de uso do servidor.

Instalação da pasta de trabalho de amostra

Por padrão, o Tableau Server instalará pastas de trabalho de amostra no site Padrão quando você inicializar o servidor.

Como alternativa, é possível publicar as amostras depois da instalação com o comando tabcmd publishsamples.

Inicializar a instalação

Após configurar as opções nesta página, clique em Inicializar.

O processo de inicialização pode levar alguns instantes. Quando a inicialização for concluída, a página a seguir será exibida:

Primeiro, configure a instalação do repositório de identidades, das configurações de gateway e da pasta de trabalho de modelo. Em seguida, aplique as alterações, verifique a conexão LDAP (opcionalmente) e inicialize o Tableau Server

Definir as configurações do repositório de identidades

É obrigatório definir as configurações do repositório de identidades do computador com o Tableau Server.

Importante: após configurar e aplicar as definições do repositório de identidades, ele não poderá ser alterado.

Use o modelo json em Entidade identityStore para criar um arquivo json. Depois de preencher as opções com os valores adequados, transfira o arquivo json com este comando:

tsm settings import -f path-to-file.json.

Definir as configurações do gateway (opcional)

Dependendo dos seus requisitos de rede, pode ser necessário definir as configurações do gateway para o computador do Tableau Server. Por exemplo, se você ativar o SSL ou configurar o acesso ao Tableau Server com um proxy reverso, talvez precise definir as configurações do gateway. Consulte Entidade gatewaySettings para mais informações.

Use o modelo json em Entidade gatewaySettings para criar um arquivo json. Depois de preencher as opções com os valores adequados, transfira o arquivo json com este comando:

tsm settings import -f path-to-json-file.json.

Configurar dados de uso do produto (opcional)

Por padrão, o Tableau Server compartilha dados de uso com o Tableau para nos ajudar a entender melhor como você usa nossos produtos. Isso nos permite melhorar sua experiência geral e criar recursos altamente inteligentes que tornam o Tableau ainda mais poderoso.

O Tableau coleta apenas dados comportamentais e de uso, nunca qualquer um dos seus valores de banco de dados confidenciais e seus dados de uso nunca serão compartilhados ou vendidos; a única finalidade é melhorar sua experiência no Tableau.

Se você não desejar compartilhar dados de uso do produto, utilize o modelo de json em Entidade shareProductUsageDataSettings para criar um arquivo json e especifique um valor de false. Em seguida, transmita o arquivo json com este comando:

tsm settings import -f path-to-json-file.json.

Você também pode alterar essa configuração após a instalação, na guia Manutenção do TSM ou usando a CLI do TSM. Para obter mais informações, consulte Dados de uso do servidor.

Configurar a instalação da pasta de trabalho de amostra (opcional)

Por padrão, o Tableau Server instalará pastas de trabalho de amostra no site Padrão quando você inicializar o servidor.

Caso não deseje instalar as pastas de trabalho de amostra durante a instalação, execute o comando a seguir:

tsm configuration set -k install.component.samples -v false

Publique as amostras depois da instalação com o comando tabcmd publishsamples, se desejar.

Aplicar alterações pendentes à configuração

Agora que você criou e definiu a configuração inicial, deve aplicá-la. Quando você aplicar as alterações de configuração, o tsm verificará as definições estabelecidas antes de confirmá-las.

Para aplicar as alterações de configuração ao Tableau Server, execute este comando:

tsm pending-changes apply

O comando pending-changes apply exibe um prompt para informar que reiniciará o Tableau Server se o servidor estiver em execução. O prompt será exibido mesmo que o servidor esteja parado, porém, nesse caso, não há reinicialização. Cancele o prompt com a opção --ignore-prompt, mas isso não altera o comportamento de reinicialização. Para obter mais informações, consulte tsm pending-changes apply.

Quando este comando for concluído, os processos do TSM serão executados e o Tableau Server estará configurado, mas ainda não estará em execução.

Verificar a configuração LDAP (opcional)

Se o repositório de identidades usa o Active Directory ou OpenLDAP, é recomendado verificar a conectividade de LDAP antes de prosseguir.

Para isso, execute os seguintes comandos antes de inicializar o servidor:

tsm user-identity-store verify-user-mappings -v <user name>

tsm user-identity-store verify-group-mappings -v <group name>

Os nomes de usuários e de grupos devem ser nomes válidos que existem no servidor LDAP ao qual você está se conectando. Se a conexão LDAP tiver sido configurada corretamente, os atributos de usuário ou grupo serão retornados para o shell. Se a conexão não estiver definida corretamente, retornará um erro.

Inicializar o Tableau Server

  • Para inicializar o Tableau Server, use a opção --start-server:

    tsm initialize --start-server --request-timeout 1800

    Isso economiza tempo, ao deixar o servidor funcionando após a instalação.

  • Caso queira reconfigurar o Tableau Server após a inicialização, deixe a opção --start-server desativada:

    tsm initialize --request-timeout 1800

    Isso interrompe o servidor após a inicialização.

Inicie o Tableau Server. Se a opção --start-server não foi utilizada durante a inicialização e a configuração do Tableau Server já foi concluída, use este comando para iniciar o servidor:

tsm start --request-timeout 900

Próxima etapa

Após concluir a inicialização, crie a conta de usuário do administrador do Tableau Server. Consulte Adicionar uma conta de administrador.

Agradecemos seu feedback! Ocorreu um erro ao enviar o feedback. Tente novamente ou envie-nos uma mensagem.