Exemplo: Instalar e configurar um cluster HA de três nós

Uma instalação de alta disponibilidade de vários nós do Tableau Server pode ajudar a maximizar a disponibilidade do Tableau Server. Ao configurar uma implantação de vários nós do Tableau Server, todas as etapas executadas são projetadas para integrar redundância, ajudando a reduzir o tempo de inatividade possível. Além de aprimorar a eficiência ao mover ou adicionar processos de servidor a nós adicionais, é possível criar uma instalação de alta disponibilidade (HA) do Tableau Server ao satisfazer os requisitos a seguir:

  • Adicione nós adicionais, com um total de ao menos três nós
  • Implante um ensemble do Serviço de coordenação em, no mínimo, três nós
  • Adicione uma instância do CFS (Serviço de arquivo do cliente) em pelo menos um nó adicional (recomendamos adicionar uma instância em cada nó executando o Serviço de coordenação)
  • Adicione uma segunda instância de Armazenamento de arquivo em um dos nós adicionais (O processador de dados será instalado automaticamente, se ele ainda não estiver no nó)
  • Adicione uma segunda instância do repositório (pgsql) em um dos nós adicionais

Uma instalação do Tableau Server que inclui essas adições terão redundância integrada e suportarão failover caso haja um problema no repositório. Este exemplo mostra como fazer isso e muito mais.

Um sistema de servidor único

Após instalar o Tableau Server neste nó inicial, você terá um sistema executando tudo que precisa para funcionar. Ele tem, pelo menos, uma instância de todos os processos do servidor e é a configuração mais básica do Tableau Server. Ela não tem nenhuma redundância. A topologia do servidor se parece com isso (alguns processos específicos de TSM não são mostrados):

Um sistema de três nós

Para criar redundância, você precisa adicionar mais nós para hospedar instâncias dos processos do repositório e do processador de dados/armazenamento de arquivo. Você pode adicionar instâncias de outros processos, incluindo várias instâncias de um processo em um nó. Além disso, para reduzir a vulnerabilidade do sistema, você pode executar vários gateways e instâncias adicionais de alguns dos processos do servidor. O número mínimo de computadores necessários para alcançar essa configuração é três.

No diagrama abaixo, o processo de armazenamento do arquivo foi adicionado ao nó inicial e colocado em ambos nós adicionais. Uma segunda instância passiva do repositório também foi adicionada àquela dos outros nós novos. Finalmente, os processos de servidor (mostrados em azul) foram adicionados aos nós adicionais para fornecer redundância.

Etapas de configuração

Este procedimento descreve como configurar um cluster do Tableau Server de HA de três nós com duas instâncias de repositório e duas instâncias de armazenamento de arquivo/processador de dados nos nós adicionais, conforme descrito acima.

Antes de começar

Antes de instalar o Tableau Server em quaisquer nós adicionais, tenha certeza de que cada nó adicional atende aos requisitos distribuídos. Consulte Requisitos distribuídos para obter detalhes.

Observação: essa operação inclui etapas que talvez precisem ser executadas com a linha de comando do TSM. Para usar a CLI do TSM, é necessário ter acesso de administrador à linha de comando em um dos nós em sua instalação e credenciais de administrador do TSM para executar comandos do TSM.

Etapa 1: instalar o nó inicial

Consulte Instalação e configuração do Tableau Server.

Etapa 2: gerar um arquivo de bootstrap para os nós adicionais

  1. Abra o TSM em um navegador:

    https://<tsm-computer-name>:8850

    Para obter mais informações, consulte Fazer logon na interface do usuário na Web do Tableau Services Manager.

  2. Clique na guia Configuração e, na caixa Adicionar um nó, clique em Baixar arquivo bootstrap.

    O arquivo bootstrap é criado e copiado no computador local.

    A partir da versão 2019.3, as credenciais inseridas são incluídas no arquivo bootstrap por padrão. Se você não quiser credenciais inseridas no arquivo bootstrap, desmarque a opção Incluir credenciais temporárias no arquivo. Para obter mais informações, consulte O que há de novo e o que foi alterado no Tableau Server na seção O que há de novo. Se você quiser desabilitar completamente a capacidade de incluir credenciais inseridas nos arquivos bootstrap de nó, defina uma opção de configuração para o servidor. Consulte features.PasswordlessBootstrapInit para obter mais detalhes.

Etapa 3: instalar e inicializar um nó adicional

  1. Copie o instalador original usado no primeiro computador, juntamente ao arquivo bootstrap gerado e coloque-os em um local acessível do novo computador no qual o Tableau Server está sendo adicionado. Isso pode ser um compartilhamento de rede montado, ou diretamente no computador.

  2. Se estiver executando um firewall local, será necessário configurar as regras de firewall para todos os nós no cluster. Para obter mais informações, consulte Configuração do firewall local.

  3. No novo nó, execute o programa de instalação do Tableau Server. Esse deve ser o mesmo programa de instalação executado no nó inicial para instalar o Tableau Server. Aceite os termos do contrato de licença e clique em Avançar.

    Durante a instalação, você será solicitado a selecionar um tipo de instalação. Selecione Incluir nó adicional ao cluster do Tableau Server existente :

  4. Clique em Próximo para continuar.

    Se o prompt do Windows Defender Firewall for exibido, clique em Permitir acesso. Pode ser necessário fazer isso várias vezes para que a instalação seja concluída.

  5. No instalador, depois que os arquivos do Tableau Server forem copiados, você será solicitado a fornecer o arquivo bootstrap e o nome e a senha do administrador do TSM:

    Clique em Próximo para continuar.

  6. Insira o local do arquivo de inicialização ou clique em Procurar para navegar até o local. Se o arquivo de bootstrap não incluir credenciais inseridas ou se essas credenciais expiraram, digite o nome de usuário e a senha do administrador do TSM. Essas credenciais devem ser as do usuário usado durante o processo de instalação no nó inicial.

  7. Uma janela do navegador é aberta e você é solicitado a fazer logon no TSM. Insira o nome de usuário e a senha do administrador do TSM.

    Se nenhuma janela do navegador for aberta automaticamente, abra uma janela e navegue até o TSM:

    https://<tsm-computer-name>:8850

  8. No TSM, clique em Configuração.

    Uma mensagem é exibida, informando que o nó foi adicionado:

  9. Clique em Continuar.

Etapa 4: instalar e inicializar um segundo nó adicional

  1. Copie o instalador original usado no primeiro computador, juntamente ao arquivo bootstrap gerado e coloque-os em um local acessível do novo computador no qual o Tableau Server está sendo adicionado. Isso pode ser um compartilhamento de rede montado, ou diretamente no computador.

  2. Se estiver executando um firewall local, será necessário configurar as regras de firewall para todos os nós no cluster. Para obter mais informações, consulte Configuração do firewall local.

  3. No novo nó, execute o programa de instalação do Tableau Server. Esse deve ser o mesmo programa de instalação executado no nó inicial para instalar o Tableau Server. Aceite os termos do contrato de licença e clique em Avançar.

    Durante a instalação, você será solicitado a selecionar um tipo de instalação. Selecione Incluir nó adicional ao cluster do Tableau Server existente :

  4. Clique em Próximo para continuar.

    Se o prompt do Windows Defender Firewall for exibido, clique em Permitir acesso. Pode ser necessário fazer isso várias vezes para que a instalação seja concluída.

  5. No instalador, depois que os arquivos do Tableau Server forem copiados, você será solicitado a fornecer o arquivo bootstrap e o nome e a senha do administrador do TSM:

    Clique em Próximo para continuar.

  6. Insira o local do arquivo de inicialização ou clique em Procurar para navegar até o local. Se o arquivo de bootstrap não incluir credenciais inseridas ou se essas credenciais expiraram, digite o nome de usuário e a senha do administrador do TSM. Essas credenciais devem ser as do usuário usado durante o processo de instalação no nó inicial.

  7. Uma janela do navegador é aberta e você é solicitado a fazer logon no TSM. Insira o nome de usuário e a senha do administrador do TSM.

    Se nenhuma janela do navegador for aberta automaticamente, abra uma janela e navegue até o TSM:

    https://<tsm-computer-name>:8850

  8. No TSM, clique em Configuração.

    Uma mensagem é exibida, informando que o nó foi adicionado:

  9. Clique em Continuar.

Etapa 5: configurar o novo nó com uma topologia mínima

Para concluir o processo de adicionar novos nós ao cluster, é necessário configurá-los com uma topologia mínima. Com uma topologia mínima, a única alteração pendente será a adição do Controlador de cluster, que é necessário em cada nó. Se quiser outros processos nos nós, você pode adicionar a maioria deles ao mesmo tempo. Esse exemplo apenas configura os nós com o Controlador de cluster.

  1. Abra o TSM em um navegador:

    https://<tsm-computer-name>:8850

    Para obter mais informações, consulte Fazer logon na interface do usuário na Web do Tableau Services Manager.

  2. Clique na guia Configuração. Uma mensagem deve informar que novos nós foram adicionados.

    Clique em Continuar para descartar a mensagem.

  3. Clique em Alterações pendentes na parte superior da página:

    Se você estiver configurando um cluster de três ou mais nós, um aviso de ensemble do Serviço de coordenação será exibido. Você pode continuar. Você implantará um ensemble do Serviço de coordenação em uma etapa separada.

  4. Clique em Aplicar alterações e reiniciar e Confirmar para confirmar uma reinicialização do Tableau Server.

    Quando o Tableau Server é reiniciado, os nós são incluídos com a topologia mínima necessária.

Etapa 6: implantar um ensemble do Serviço de coordenação

Se instalar um total de três ou mais nós, implante também um ensemble do Serviço de coordenação. Se não fizer isso, receberá uma mensagem de aviso sempre que fizer alterações na configuração ou na topologia do servidor. É possível ignorar esta mensagem, mas, como uma prática recomendada, você deve implantar um ensemble do Serviço de coordenação para vários nós.

Ao instalar o Tableau Server, uma única instância do Serviço de coordenação é instalada no nó inicial. O TSM e o Tableau Server dependem do Serviço de coordenação para funcionarem adequadamente. Sendo assim, de forma a fornecer redundância e garantir disponibilidade nas instalações de vários nós, configure instâncias adicionais do Serviço de coordenação ao implantar um ensemble do Serviço de coordenação. Os ensembles do Serviço de coordenação estão instalados com uma, três ou cinco instâncias do Serviço de coordenação. Em uma instalação de três nós do Tableau Server, o número recomendado de instâncias do Serviço de coordenação é três: um em cada nó.

Não tente implantar um ensemble do Serviço de coordenação se houver outras mudanças pendentes. Descarte ou aplique quaisquer alterações pendentes antes de implantar um novo ensemble do Serviço de coordenação.

Observação: essa operação inclui etapas que talvez precisem ser executadas com a linha de comando do TSM. Para usar a CLI do TSM, é necessário ter acesso de administrador à linha de comando em um dos nós em sua instalação e credenciais de administrador do TSM para executar comandos do TSM.

As etapas a seguir mostram como implantar um novo ensemble do Serviço de coordenação em um cluster de três nós do Tableau Server já existente, assim como limpar o ensemble antigo.

  1. No nó inicial, abra um prompt de comando como um administrador.

  2. Interrompa o Tableau Server:

    tsm stop

    Se solicitado, faça logon como administrador do TSM.

    Alguns processos do TSM permanecerão em execução, inclusive o Controlador de administração e o Agente de administração.

  3. Confirme que não há alterações pendentes:

    tsm pending-changes list

    Se houver alterações pendentes, você precisará descartá-las ou aplicá-las. A aplicação de alterações pendentes levará algum tempo:

    • Descartar as alterações

      tsm pending-changes discard
    • ou

    • Aplique as alterações:

      tsm pending-changes apply

    Aguarde até que o comando seja concluído e você retorne ao prompt do sistema.

  4. Obtenha as IDs de cada nó no cluster:

    tsm topology list-nodes -v

  5. Use o comando tsm topology deploy-coordination-service para adicionar um novo ensemble do Serviço de coordenação ao adicioná-lo a nós específicos. Especifique os nós aos quais o Serviço de coordenação deve ser adicionado. O comando também torna o ensemble de “produção” (o ensemble em uso) no ensemble novo e remove o antigo, a menos que a implantação falhe. Se isso acontecer, veja a etapa 6 abaixo.

    Observação:um prompt "y/n” é exibido, confirmando que uma reinicialização do servidor ocorrerá. Para executar o comando sem entrada, inclua a opção --ignore-prompt.

    Por exemplo, implante o Serviço de coordenação em todos os nós de um cluster de três nós, sendo eles: nó1, nó2, nó3

    tsm topology deploy-coordination-service -n node1,node2,node3

    Aguarde até que o comando seja concluído e você retorne ao prompt do sistema.

  6. (Opcional) Se a implantação falhar, você precisa executar o comando tsm topology cleanup-coordination-service para remover o conjunto implantado sem sucesso. Para obter detalhes sobre a execução do comando, consulte tsm topology cleanup-coordination-service.

  7. Inicie o Tableau Server:

    tsm start

Para obter mais informações e detalhes sobre a implantação de um novo ensemble do Serviço de coordenação, consulte Implantar um ensemble do Serviço de coordenação.

Etapa 7: configure o CFS (Serviço de arquivo do cliente) em nódulos adicionais

Adicione o CFS em nós adicionais. Recomendamos que você adicione o CFS a cada nó que executa o Serviço de coordenação.

Observação: essa operação inclui etapas que talvez precisem ser executadas com a linha de comando do TSM. Para usar a CLI do TSM, é necessário ter acesso de administrador à linha de comando em um dos nós em sua instalação e credenciais de administrador do TSM para executar comandos do TSM.

  1. No nó inicial, abra um prompt de comando como um administrador.

  2. Encontre a ID do nó ao qual você está adicionando o CFS:

    tsm topology list-nodes -v

  3. Adicione o CFS ao nó especificando o nó, o processo e uma única instância.

    Por exemplo, este comando adiciona uma instância do CFS ao node2:

    tsm topology set-process -n node2 -pr clientfileservice -c 1

    Se você tentar adicionar uma instância do CFS a um nó que já foi configurado com o CFS, uma mensagem de erro informará que já existe uma instância no nó.

    Para adicionar o CFS a outros nós, repita essa etapa para cada nó.

  4. Aplique as alterações:

    tsm pending-changes apply

Etapa 7: configurar processos para o segundo nó

  1. Abra o TSM em um navegador:

    https://<tsm-computer-name>:8850

    Para obter mais informações, consulte Fazer logon na interface do usuário na Web do Tableau Services Manager.

  2. Clique na guia Configuração.

  3. Especifique os processos e número de instâncias que devem ser executados no primeiro nó adicional.

    Neste exemplo:

    1. Selecione Gateway.

    2. Defina a contagem do Servidor de aplicativos (vizportal) como 2.

    3. Defina a contagem do VizQL Server como 2.

    4. Defina a contagem do Servidor cache como 2.

    5. Selecione Procurar e Navegar.

    6. Defina a contagem do Processador em segundo plano como 2.

      Adicionar o processador em segundo plano a um nó também adicionará uma instância do processador de dados caso ainda não exista uma no nó.

    7. Defina a contagem do Servidor Dados como 2.

    8. Selecionar Armazenamento de arquivo.

    9. Selecione Repositório (pgsql).

    Os processos específicos e as contagens de processos definidos dependerão do ambiente e das necessidades organizacionais. Ao adicionar um outro processo, alguns processos são adicionados automaticamente. Para obter mais informações, consulte Configurar nós e Processos do Tableau Server.

    Observação: a interface de usuário na Web do TSM limita a um máximo de 8 instâncias de processos que permitem selecionar o número de instâncias. Para configurar mais instâncias, use a linha de comando e o comando TSM topology set-process . Para obter mais informações, consulte tsm topology set-process.

Etapa 8: configurar processos para o terceiro nó

  1. No TSM, na guia Configuração, especifique os processos e número de instâncias que devem ser executados no primeiro nó adicional.

    Neste exemplo:

    1. Selecione Gateway.

    2. Defina a contagem do Servidor de aplicativos (vizportal) como 2.

    3. Defina a contagem do VizQL Server como 2.

    4. Defina a contagem do Servidor cache como 2.

    5. Selecione Procurar e Navegar.

    6. Defina a contagem do Processador em segundo plano como 2.

      Adicionar o processador em segundo plano a um nó também adicionará uma instância do processador de dados caso ainda não exista uma no nó.

    7. Defina a contagem do Servidor Dados como 2.

    8. Selecionar Armazenamento de arquivo.

  2. Clique em Alterações pendentes na parte superior da página:

    A lista Alterações pendentes é exibida.

  3. Clique em Aplicar alterações e reiniciar e Confirmar para confirmar uma reinicialização do Tableau Server.

Observação: esse método de instalação a partir da linha de comando requer que você defina as variáveis de ambiente do Windows em cada nó adicional para o nome de usuário e senha de um administrador no nó inicial. Para obter um método de automação alternativo da instalação do Tableau Server sem a inclusão de credenciais codificadas, consulte Instalação automatizada do Tableau Server.

Etapa 1: instalar o nó inicial

Consulte Instalação e configuração do Tableau Server.

Etapa 2: gerar um arquivo de bootstrap para os nós adicionais

Para instalar o Tableau Server em mais computadores, use o mesmo instalador usado no nó inicial e o arquivo "bootstrap" gerado no nó inicial.

Importante: o arquivo do bootstrap contém uma cópia do arquivo do repositório de chaves principal, usado para criptografar os segredos da configuração. O arquivo também pode ter credenciais inseridas válidas por um período predeterminado (consulte tabadmincontroller.auth.expiration.minutes) e servir como um cookie de sessão. Recomendamos fortemente que você tome medidas adicionais para proteger o arquivo bootstrap.

  1. Após instalar o Tableau Server no nó inicial, gere o arquivo bootstrap do nó.

  2. No nó inicial, abra um prompt de comando como um administrador.

  3. Digite este comando para gerar o arquivo bootstrap:

    tsm topology nodes get-bootstrap-file --file <path\file>.json

    A partir da versão 2019.3, as credenciais inseridas são incluídas no arquivo bootstrap por padrão. Se você não quiser que o arquivo bootstrap inclua credenciais, use a opção -nec ou --no-embedded-credentials:

    tsm topology nodes get-bootstrap-file --file <path\file>.json --no-embedded-credentials.

    Para obter mais informações, consulte O que há de novo e o que foi alterado no Tableau Server na seção O que há de novo. Se você quiser desabilitar completamente a capacidade de incluir credenciais inseridas nos arquivos bootstrap de nó, defina uma opção de configuração para o servidor. Consulte features.PasswordlessBootstrapInit para obter mais detalhes.

Etapa 3: instalar um nó adicional

  1. Copie o instalador original usado no primeiro computador, juntamente ao arquivo bootstrap gerado e coloque-os em um local acessível do novo computador no qual o Tableau Server está sendo adicionado. Isso pode ser um compartilhamento de rede montado, ou diretamente no computador.

  2. Se estiver executando um firewall local, será necessário configurar as regras de firewall para todos os nós no cluster. Para obter mais informações, consulte Configuração do firewall local.

  3. No novo nó, execute o programa de instalação do Tableau Server. Esse deve ser o mesmo programa de instalação executado no nó inicial para instalar o Tableau Server.

    TableauServer-64bit-<version>.exe /silent /accepteula /embeddedcredential /bootstrapfile="path\bootstrapfile"

    Para obter mais informações sobre os switches que você pode usar com o Programa de instalação, consulte Instalar switches e propriedades do Tableau Server.

Etapa 4: instalar um segundo nó adicional

Instale o Tableau Server no segundo nó adicional:

  1. Copie o instalador original usado no primeiro computador, juntamente ao arquivo bootstrap gerado e coloque-os em um local acessível do novo computador no qual o Tableau Server está sendo adicionado. Isso pode ser um compartilhamento de rede montado, ou diretamente no computador.

  2. Se estiver executando um firewall local, será necessário configurar as regras de firewall para todos os nós no cluster. Para obter mais informações, consulte Configuração do firewall local.

  3. No novo nó, execute o programa de instalação do Tableau Server. Esse deve ser o mesmo programa de instalação executado no nó inicial para instalar o Tableau Server.

    TableauServer-64bit-<version>.exe /silent /accepteula /embeddedcredential /bootstrapfile="path\bootstrapfile"

    Para obter mais informações sobre os switches que você pode usar com o Programa de instalação, consulte Instalar switches e propriedades do Tableau Server.

Etapa 5: adicionar um processo aos nós adicionais

  1. No nó inicial, configure uma instância do controlador do cluster em cada nó adicional.

    tsm topology set-process -n <nodeID_second-node> -pr clustercontroller -c 1

    tsm topology set-process -n <nodeID_third-node> -pr clustercontroller -c 1

  2. Aplique as alterações na configuração do nó:

                                            tsm pending-changes apply --ignore-warnings
                                        

    Um aviso sobre a implantação de um ensemble do Serviço de coordenação aparece porque você implantou um cluster de três nós. Use a opção --ignore-warnings para aplicar as alterações na configuração apesar do aviso. Você implantará um novo ensemble do Serviço de coordenação na próxima etapa.

Etapa 6: implantar um ensemble do Serviço de coordenação

Se instalar um total de três ou mais nós, implante também um ensemble do Serviço de coordenação. Se não fizer isso, receberá uma mensagem de aviso sempre que fizer alterações na configuração ou na topologia do servidor. É possível ignorar esta mensagem, mas, como uma prática recomendada, você deve implantar um ensemble do Serviço de coordenação para vários nós.

Ao instalar o Tableau Server, uma única instância do Serviço de coordenação é instalada no nó inicial. O TSM e o Tableau Server dependem do Serviço de coordenação para funcionarem adequadamente. Sendo assim, de forma a fornecer redundância e garantir disponibilidade nas instalações de vários nós, configure instâncias adicionais do Serviço de coordenação ao implantar um ensemble do Serviço de coordenação. Os ensembles do Serviço de coordenação estão instalados com uma, três ou cinco instâncias do Serviço de coordenação. Em uma instalação de três nós do Tableau Server, o número recomendado de instâncias do Serviço de coordenação é três: um em cada nó.

Não tente implantar um ensemble do Serviço de coordenação se houver outras mudanças pendentes. Descarte ou aplique quaisquer alterações pendentes antes de implantar um novo ensemble do Serviço de coordenação.

Observação: essa operação inclui etapas que talvez precisem ser executadas com a linha de comando do TSM. Para usar a CLI do TSM, é necessário ter acesso de administrador à linha de comando em um dos nós em sua instalação e credenciais de administrador do TSM para executar comandos do TSM.

As etapas a seguir mostram como implantar um novo ensemble do Serviço de coordenação em um cluster de três nós do Tableau Server já existente, assim como limpar o ensemble antigo.

  1. No nó inicial, abra um prompt de comando como um administrador.

  2. Interrompa o Tableau Server:

    tsm stop

    Se solicitado, faça logon como administrador do TSM.

    Alguns processos do TSM permanecerão em execução, inclusive o Controlador de administração e o Agente de administração.

  3. Confirme que não há alterações pendentes:

    tsm pending-changes list

    Se houver alterações pendentes, você precisará descartá-las ou aplicá-las. A aplicação de alterações pendentes levará algum tempo:

    • Descartar as alterações

      tsm pending-changes discard
    • ou

    • Aplique as alterações:

      tsm pending-changes apply

    Aguarde até que o comando seja concluído e você retorne ao prompt do sistema.

  4. Obtenha as IDs de cada nó no cluster:

    tsm topology list-nodes -v

  5. Use o comando tsm topology deploy-coordination-service para adicionar um novo ensemble do Serviço de coordenação ao adicioná-lo a nós específicos. Especifique os nós aos quais o Serviço de coordenação deve ser adicionado. O comando também torna o ensemble de “produção” (o ensemble em uso) no ensemble novo e remove o antigo, a menos que a implantação falhe. Se isso acontecer, veja a etapa 6 abaixo.

    Observação:um prompt "y/n” é exibido, confirmando que uma reinicialização do servidor ocorrerá. Para executar o comando sem entrada, inclua a opção --ignore-prompt.

    Por exemplo, implante o Serviço de coordenação em todos os nós de um cluster de três nós, sendo eles: nó1, nó2, nó3

    tsm topology deploy-coordination-service -n node1,node2,node3

    Aguarde até que o comando seja concluído e você retorne ao prompt do sistema.

  6. (Opcional) Se a implantação falhar, você precisa executar o comando tsm topology cleanup-coordination-service para remover o conjunto implantado sem sucesso. Para obter detalhes sobre a execução do comando, consulte tsm topology cleanup-coordination-service.

  7. Inicie o Tableau Server:

    tsm start

Para obter mais informações e detalhes sobre a implantação de um novo ensemble do Serviço de coordenação, consulte Implantar um ensemble do Serviço de coordenação.

Etapa 7: configure o CFS (Serviço de arquivo do cliente) em nódulos adicionais

Adicione o CFS em nós adicionais. Recomendamos que você adicione o CFS a cada nó que executa o Serviço de coordenação.

Observação: essa operação inclui etapas que talvez precisem ser executadas com a linha de comando do TSM. Para usar a CLI do TSM, é necessário ter acesso de administrador à linha de comando em um dos nós em sua instalação e credenciais de administrador do TSM para executar comandos do TSM.

  1. No nó inicial, abra um prompt de comando como um administrador.

  2. Encontre a ID do nó ao qual você está adicionando o CFS:

    tsm topology list-nodes -v

  3. Adicione o CFS ao nó especificando o nó, o processo e uma única instância.

    Por exemplo, este comando adiciona uma instância do CFS ao node2:

    tsm topology set-process -n node2 -pr clientfileservice -c 1

    Se você tentar adicionar uma instância do CFS a um nó que já foi configurado com o CFS, uma mensagem de erro informará que já existe uma instância no nó.

    Para adicionar o CFS a outros nós, repita essa etapa para cada nó.

  4. Aplique as alterações:

    tsm pending-changes apply

Etapa 7: configurar processos para o segundo nó

  1. No nó inicial, defina a topologia para o segundo nó. A topologia determina quais processos devem ser executados no nó e quantas instâncias de cada processo devem ser executadas. Para obter detalhes sobre a configuração de nós, consulte Configurar nós. O processador de dados é adicionado automaticamente com a adição de outros processos. Para obter detalhes sobre quando o processador de dados é adicionado, consulte Processos do Tableau Server.

    1. Obtenha o node-id do novo nó: tsm topology list-nodes -v
    2. Especifique os processos individuais que serão executados no novo nó:

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr gateway -c 1

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr vizqlserver -c 2

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr vizportal -c 2

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr backgrounder -c 2

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr cacheserver -c 2

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr searchserver -c 1

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr dataserver -c 2

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr filestore -c 1

      tsm topology set-process -n <node-id> -pr pgsql -c 1

  2. Aplique as alterações da configuração do nó. Uma mensagem indicará que o Tableau Server será reinicializado.

                                            tsm pending-changes apply
                                        

Etapa 8: configurar processos para o terceiro nó

No nó inicial, defina a topologia para o novo nó. A topologia determina quais processos devem ser executados no nó e quantas instâncias de cada processo devem ser executadas. O processador de dados é adicionado automaticamente com a adição de outros processos. Para obter detalhes sobre quando o processador de dados é adicionado, consulte Processos do Tableau Server.

  1. Obtenha o node-id do novo nó:

    tsm topology list-nodes -v

  2. Especifique os processos individuais que serão executados no novo nó:

    tsm topology set-process -n <node-id> -pr gateway -c 1

    tsm topology set-process -n <node-id> -pr vizqlserver -c 2

    tsm topology set-process -n <node-id> -pr vizportal -c 2

    tsm topology set-process -n <node-id> -pr backgrounder -c 2

    tsm topology set-process -n <node-id> -pr cacheserver -c 2

    tsm topology set-process -n <node-id> -pr searchserver -c 1

    tsm topology set-process -n <node-id> -pr dataserver -c 2

    tsm topology set-process -n <node-id> -pr filestore -c 1

  3. Aplique a configuração do nó. Uma mensagem indicará que o Tableau Server será reinicializado.

                                            tsm pending-changes apply
                                        
  4. Inicie o servidor:

    tsm start

Etapa 9: configurar regras de firewall (opcional)

Se você estiver executando um firewall local, então precisa configurar as regras de firewall para todos os nós no cluster. Para obter mais informações, consulte Configuração do firewall local.

Adicionar um balanceador de carga

Nesse ponto, todos os três nós têm gateways, usados para encaminhar solicitações para processos de servidor disponíveis. Todos os gateways estão ativos, mas, para reduzir o potencial de tempo de inatividade no cluster, é possível configurar um balanceador de carga. Para obter mais informações, consulte Adicionar um balanceador de carga.

Agradecemos seu feedback!