Depois de instalar o Tableau Server em um computador (ou nó), o servidor estará pronto para uso, mas não possui redundância. Caso haja um problema com um processo ou com o computador em si, o Tableau Server pode ficar indisponível. Alem disso, todos os processos estão em execução em um único computador, então pode ocorrer disputa por recursos neste computador.

É possível estender a instalação do Tableau Server ao adicionar o Tableau aos nós adicionais, criando uma instalação distribuída. Este artigo descreve as etapas gerais para a instalação do Tableau Server em nós adicionais e supõe que o Tableau em já esteja instalado no nó inicial. Para obter mais informações sobre a instalação do Tableau no nó inicial, consulte Instalar e inicializar o TSM.

Se você estiver instalando o Tableau Server em vários nós, será necessário instalar e configurar um nó de cada vez. Isso facilita a solução de problemas que talvez você possa encontrar.

Importante: você deve adicionar e configurar nós adicionais quando puder concluir completamente o processo ao aplicar alterações pendentes. Adicionar um nó sem concluir, aplicando alterações pendentes, pode fazer com que os usuários não possam entrar no Tableau Server.

Local da instalação

Tenha em mente os seguintes requisitos e limitações:

  • As localizações da instalação e do diretório de dados do Tableau Server devem ser as mesmas em todos os nós de um cluster.
  • Você pode especificar um local de instalação não padrão em distribuições do tipo RHEL, mas não pode alterar isso no Ubuntu. Para obter mais informações, consulte Diretório de instalação.
  • Ao iniciar o Tableau, é possível especificar uma localização não padrão para o diretório de dados. Para obter mais informações, consulte Diretório de dados.

Gerar o arquivo bootstrap do nó

  1. Abra o TSM em um navegador:

    https://<tsm-computer-name>:8850

    Para obter mais informações, consulte Fazer logon na interface do usuário na Web do Tableau Services Manager.

  2. Clique na guia Configuração e, na caixa Adicionar um nó, clique em Baixar arquivo bootstrap.

    O arquivo bootstrap é criado e copiado no computador local.

    A partir da versão 2019.3, as credenciais inseridas são incluídas no arquivo bootstrap por padrão. Se você não quiser credenciais inseridas no arquivo bootstrap, desmarque a opção Incluir credenciais temporárias no arquivo. Para obter mais informações, consulte O que há de novo e o que foi alterado no Tableau Server na seção O que há de novo. Se você quiser desabilitar completamente a capacidade de incluir credenciais inseridas nos arquivos bootstrap de nó, defina uma opção de configuração para o servidor. Consulte features.PasswordlessBootstrapInit para obter mais detalhes.

Instalar e configurar um nó adicional

Antes de começar, verifique se o arquivo bootstrap do nó está correto. Por exemplo, se tiver executado o tsm security regenerate-internal-tokens depois de gerar um arquivo bootstrap, a inicialização falhará.

  1. Copie o instalador original usado no primeiro computador, juntamente ao arquivo bootstrap gerado e coloque-os em um local acessível do novo computador no qual o Tableau Server está sendo adicionado. Isso pode ser um compartilhamento de rede montado, ou diretamente no computador.

  2. Se estiver executando um firewall local, será necessário configurar as regras de firewall para todos os nós no cluster. Para obter mais informações, consulte Configurar o firewall local.

  3. No novo nó, execute o programa de instalação do Tableau Server:

    Use o gerenciador de pacotes para instalar o pacote do Tableau Server.

    Você deve instalar a nova versão no mesmo local da versão existente. O local de instalação deve ser o mesmo em todos os nós. Não instale em um local usando um link simbólico ou para um diretório em um volume de Sistema de arquivos de rede (NFS).

    • Em distribuições do tipo RHEL, incluindo o CentOS, há a opção de instalar o Tableau em um local não padrão.

      • Local padrão — Para instalar o local padrão (/opt/tableau/tableau_server), execute os seguintes comandos, em que a <version> seja formatada como major-minor-maintenance (por exemplo: 2019-2-5):

        sudo yum update

        sudo yum install tableau-server-<version>.x86_64.rpm

      • Localização não padrão— para instalar em um local não padrão, você deve usar o rpm -i. Além disso, será necessário instalar todos os pacotes dependentes. Consulte a observação abaixo.

        Execute o seguinte comando:

        sudo rpm -i --prefix /preferred/install/path tableau-server.rpm

      Observação: ao usar o yum para instalar o Tableau Server, todos os pacotes dependentes são baixados e instalados automaticamente. Esse é o método de preferência para instalar o Tableau. Se desejar instalar em um local não padrão ou se sua empresa não permite que você use o yum e requer que você instale usando o rpm -i, é necessário instalar todos os pacotes dependentes separadamente. Para obter informações sobre a instalação de pacotes dependentes, consulte Instalação do Tableau Server em um computador fisicamente isolado com Linux.

    • No Ubuntu e Debian, execute os seguintes comandos, em que a <version> seja formatada como major-minor-maintenance (por exemplo: 2019-2-5):

      sudo apt-get update
      sudo apt-get upgrade
      sudo apt-get -y install gdebi-core
      sudo gdebi -n tableau-server-<version>_amd64.deb
      
  4. Para inicializar as comunicações entre o novo nó e o nó inicial, execute o script initialize-tsm instalado ao fazer a instalação do Tableau Server.

    Navegue até o diretório scripts:

    cd /opt/tableau/tableau_server/packages/scripts.<version_code>/
    : atualiza as configurações do ambiente.
  5. Execute o script initialize-tsm:

                                        sudo ./initialize-tsm -b /path/to/<bootstrap>.json --accepteula
                                    
    • Use o sinalizador -b para fornecer o caminho até o arquivo bootstrap copiado para o computador. Se o arquivo bootstrap estiver criptografado, será necessário processar o arquivo como descrito em Proteção de segredos para operações de importação e exportação.

    • Se o arquivo bootstrap foi gerado sem credenciais inseridas, use o sinalizador -u para especificar o nome de usuário administrativo no nó inicial. Esse é o nome de um usuário administrador no computador, não o administrador do Tableau Server. Você deverá informar a senha do usuário. Para obter mais informações, consulte tsm topology nodes get-bootstrap-file.

                                                  sudo ./initialize-tsm -b /path/to/<bootstrap>.json -u <admin-user-on-first-node> --accepteula
                                              

      Importante: é necessário inserir as credenciais do mesmo usuário usado durante o processo de instalação no nó inicial.

    • O sinalizador --accepteula aceita o Contrato de licença do usuário final (EULA) do Tableau Server. O EULA está disponível no local a seguir:

                                                  /opt/tableau/tableau_server/packages/docs.<version_code>/EULA.rtf
                                              

Configurar o nó adicional com o controlador de cluster

  1. Abra o TSM em um navegador:

    https://<tsm-computer-name>:8850

    Para obter mais informações, consulte Fazer logon na interface do usuário na Web do Tableau Services Manager.

  2. Clique na guia Configuração. Uma mensagem deve informar que o novo nó foi adicionado.

    Clique em Continuar para descartar a mensagem.

  3. O Controlador de cluster faz parte da topologia mínima e já está selecionado. Cada nó deve executar o Controlador de cluster.

    Se você quiser definir apenas a topologia mínima para o nó, vá para a Etapa 4 abaixo. Você pode fazer isso se estiver incluindo nós adicionais e não estiver pronto para configurar esse nó além do mínimo.

    Se quiser incluir processos adicionais na topologia mínima, especifique os processos que deverão ser executados no nó. Faça isso selecionando os processos desejados ou especificando o número de processos que devem ser executados no nó.

    Por exemplo, para adicionar um Gateway e duas instâncias do Processador em segundo plano no nó:

    1. Selecione Gateway.

    2. Defina a contagem do Processador em segundo plano como 2.

      Adicionar o processador em segundo plano a um nó também adicionará uma instância do processador de dados caso ainda não exista uma no nó.

    Os processos específicos e as contagens de processos definidos dependerão do ambiente e das necessidades organizacionais. Ao adicionar um outro processo, alguns processos são adicionados automaticamente. Para obter mais informações, consulte Configurar nós e Processos do Tableau Server.

    Observação: a interface de usuário na Web do TSM limita a um máximo de 8 instâncias de processos que permitem selecionar o número de instâncias. Para configurar mais instâncias, use a linha de comando e o comando TSM topology set-process . Para obter mais informações, consulte tsm topology set-process.

  4. Clique em Alterações pendentes na parte superior da página:

    Se você estiver configurando um cluster de três ou mais nós, um aviso de ensemble do Serviço de coordenação será exibido. Você pode continuar. Você implantará um ensemble do Serviço de coordenação em uma etapa separada.

  5. Clique em Aplicar alterações e reiniciar e Confirmar para confirmar uma reinicialização do Tableau Server.

    Depois que o Tableau Server reiniciar, o nó é incluído com a topologia mínima necessária e qualquer processo adicional configurado por você.

Gerar o arquivo bootstrap do nó

Para instalar o Tableau Server em mais computadores, use o mesmo instalador usado no nó inicial e o arquivo "bootstrap" gerado no nó inicial.

Importante: o arquivo do bootstrap contém uma cópia do arquivo do repositório de chaves principal, usado para criptografar os segredos da configuração. O arquivo também pode ter credenciais inseridas válidas por um período predeterminado (consulte tabadmincontroller.auth.expiration.minutes) e servir como um cookie de sessão. Recomendamos fortemente que você tome medidas adicionais para proteger o arquivo bootstrap.

O seguinte conjunto de comando fornece um método de exemplo para criptografar a saída do arquivo bootstrap. Este método é semelhante ao processo de criptografia descrito com mais detalhes em Proteção de segredos para operações de importação e exportação

Porém, observe que o método aqui deve ser aprovado como argumentos separados com operadores finais && \ da seguinte forma:

mkfifo -m 600 /tmp/secure1 && \

tsm topology nodes get-bootstrap-file --file /tmp/secure1 && \

gpg --symmetric --batch --yes --passphrase-file ~/.secrets/pgppassphrase.txt --cipher-algo AES256 --output encrypted.enc < /tmp/secure1 && \

rm /tmp/secure1

  1. Após instalar o Tableau Server no nó inicial, gere o arquivo bootstrap do nó.

  2. No nó inicial, abra uma sessão do terminal.

  3. Digite este comando para gerar o arquivo bootstrap:

    tsm topology nodes get-bootstrap-file --file <path\file>.json

    A partir da versão 2019.3, as credenciais inseridas são incluídas no arquivo bootstrap por padrão. Se você não quiser que o arquivo bootstrap inclua credenciais, use a opção -nec ou --no-embedded-credentials:

    tsm topology nodes get-bootstrap-file --file <path\file>.json --no-embedded-credentials.

    Para obter mais informações, consulte O que há de novo e o que foi alterado no Tableau Server na seção O que há de novo. Se você quiser desabilitar completamente a capacidade de incluir credenciais inseridas nos arquivos bootstrap de nó, defina uma opção de configuração para o servidor. Consulte features.PasswordlessBootstrapInit para obter mais detalhes.

Instalar e configurar um nó adicional

  1. Copie o instalador original usado no primeiro computador, juntamente ao arquivo bootstrap gerado e coloque-os em um local acessível do novo computador no qual o Tableau Server está sendo adicionado. Isso pode ser um compartilhamento de rede montado, ou diretamente no computador.

  2. Se estiver executando um firewall local, será necessário configurar as regras de firewall para todos os nós no cluster. Para obter mais informações, consulte Configurar o firewall local.

  3. No novo nó, execute o programa de instalação do Tableau Server:

    Use o gerenciador de pacotes para instalar o pacote do Tableau Server.

    Você deve instalar a nova versão no mesmo local da versão existente. O local de instalação deve ser o mesmo em todos os nós. Não instale em um local usando um link simbólico ou para um diretório em um volume de Sistema de arquivos de rede (NFS).

    • Em distribuições do tipo RHEL, incluindo o CentOS, há a opção de instalar o Tableau em um local não padrão.

      • Local padrão — Para instalar o local padrão (/opt/tableau/tableau_server), execute os seguintes comandos, em que a <version> seja formatada como major-minor-maintenance (por exemplo: 2019-2-5):

        sudo yum update

        sudo yum install tableau-server-<version>.x86_64.rpm

      • Localização não padrão— para instalar em um local não padrão, você deve usar o rpm -i. Além disso, será necessário instalar todos os pacotes dependentes. Consulte a observação abaixo.

        Execute o seguinte comando:

        sudo rpm -i --prefix /preferred/install/path tableau-server.rpm

      Observação: ao usar o yum para instalar o Tableau Server, todos os pacotes dependentes são baixados e instalados automaticamente. Esse é o método de preferência para instalar o Tableau. Se desejar instalar em um local não padrão ou se sua empresa não permite que você use o yum e requer que você instale usando o rpm -i, é necessário instalar todos os pacotes dependentes separadamente. Para obter informações sobre a instalação de pacotes dependentes, consulte Instalação do Tableau Server em um computador fisicamente isolado com Linux.

    • No Ubuntu e Debian, execute os seguintes comandos, em que a <version> seja formatada como major-minor-maintenance (por exemplo: 2019-2-5):

      sudo apt-get update
      sudo apt-get upgrade
      sudo apt-get -y install gdebi-core
      sudo gdebi -n tableau-server-<version>_amd64.deb
      
  4. Para inicializar as comunicações entre o novo nó e o nó inicial, execute o script initialize-tsm instalado ao fazer a instalação do Tableau Server.

    No novo nó:

    Navegue até o diretório scripts:

    cd /opt/tableau/tableau_server/packages/scripts.<version_code>/
    : atualiza as configurações do ambiente.
  5. Execute o script initialize-tsm:

                                        sudo ./initialize-tsm -b /path/to/<bootstrap>.json --accepteula
                                    
    • Use o sinalizador -b para fornecer o caminho até o arquivo bootstrap copiado para o computador. Se o arquivo bootstrap estiver criptografado, será necessário processar o arquivo como descrito em Proteção de segredos para operações de importação e exportação.

    • Se o arquivo bootstrap foi gerado sem credenciais inseridas, use o sinalizador -u para especificar o nome de usuário administrativo no nó inicial. Esse é o nome de um usuário administrador no computador, não o administrador do Tableau Server. Você deverá informar a senha do usuário. Para obter mais informações, consulte tsm topology nodes get-bootstrap-file.

                                                  sudo ./initialize-tsm -b /path/to/<bootstrap>.json -u <admin-user-on-first-node> --accepteula
                                              

      Importante: é necessário inserir as credenciais do mesmo usuário usado durante o processo de instalação no nó inicial.

    • O sinalizador --accepteula aceita o Contrato de licença do usuário final (EULA) do Tableau Server. O EULA está disponível no local a seguir:

                                                  /opt/tableau/tableau_server/packages/docs.<version_code>/EULA.rtf
                                              

Configurar o nó adicional

Observação: este exemplo básico ilustra como configurar a topologia em um nó. Para um exemplo mais detalhado sobre como trabalhar em vários nós, consulte Exemplo: Instalar e configurar um cluster HA de três nós.

No nó inicial (original), defina a topologia para o nó rescem adicionado. A topologia determina quais processos devem ser executados no nó e quantas instâncias de cada processo devem ser executadas. A topologia para o nó dependerá do ambiente e das necessidades organizacionais. Veja abaixo exemplos de configuração da topologia.

  1. No nó inicial (original), abra uma sessão terminal.

  2. Obtenha o node-id do novo nó:

    tsm topology list-nodes -v

    A opção -v lista os nós e processos em execução. Você pode identificar o nó recém adicionado porque ele não apresentará nenhum processo.

  3. Especifique os processos individuais que devem ser executados neste nó:

    Execute essa ação com o segunte comando:

    tsm topology set-process -n <nodeID> -pr <processname> -c <n>

    É obrigatório adicionar uma instância do Controlador de cluster em cada nó.

    Por exemplo, para adicionar o Controlador de cluster, duas instâncias do Processador em segundo plano e um Gateway ao node2:

    tsm topology set-process -n node2 -pr clustercontroller -c 1
    tsm topology set-process -n node2 -pr backgrounder -c 2
    tsm topology set-process -n node2 -pr gateway -c 1

    Os processos específicos e as contagens de processos definidos dependerão do ambiente e das necessidades organizacionais. Ao adicionar um outro processo, alguns processos são adicionados automaticamente. Para obter mais informações, consulte Configurar nós e Processos do Tableau Server.

  4. Aplique a configuração do nó. Se as alterações pendentes exigirem uma reinicialização do servidor, o comando pending-changes apply exibirá um prompt para que você saiba que ocorrerá uma reinicialização. Esse prompt será exibido mesmo que o servidor esteja parado, porém, nesse caso, não há reinicialização. Cancele o prompt com a opção --ignore-prompt, mas isso não altera o comportamento de reinicialização. Se as alterações não exigirem uma reinicialização, elas serão aplicadas sem um prompt. Para obter mais informações, consulte tsm pending-changes apply.

    tsm pending-changes apply

    Um aviso sobre a implantação de um ensemble do Serviço de coordenação será exibido se você tiver implantado um cluster de três ou cinco nós. Se esse for o único aviso, é possível substituí-lo com segurança usando a opção --ignore-warnings para aplicar as alterações de configuração apesar do aviso.

                                        tsm pending-changes apply --ignore-warnings
                                    

Instalar drivers

É necessário instalar drivers para que o Tableau Server possa se conectar aos dados que executam as extrações. Instale os drivers em nós que estejam executando qualquer um dos seguintes processos:

  • VizQL Server (vizqlserver)
  • Servidor de aplicativos (vizportal)
  • Servidor de dados (dataserver)
  • Processador em segundo plano (backgrounder)

Drivers e exibições administrativas

Se quiser usar as exibições administrativas integradas no Tableau Server, também é necessário instalar o driver do PostgreSQL em qualquer nó que estiver executando algum dos processo acima.

Para obter mais informações, consulte Drivers de banco de dados.

Agradecemos seu feedback!