Instalar e inicializar o TSM

Esse tópico é um guia pelo processo de instalação do Tableau Servere pela inicialização do Tableau Services Manager (TSM).

Importante: não instale uma versão beta do Tableau Server no seu ambiente de produção. Nunca se deve restaurar uma instalação de produção do Tableau Server por meio de um backup de uma versão beta.

Pré-requisitos

Antes de prosseguir, analise o tópico, Antes da instalação....

Consultar parâmetros de inicialização opcional

Antes de instalar e inicializar o TSM, é importante que consulte os parâmetros que pode ter definido opcionalmente como parte da operação de inicialização. Só é possível executar o initialize-tsm uma vez, então certifique-se de executá-lo com todas as opções que sua empresa precisa. Algumas opções, como usuário e grupo do sistema não padrão, só podem ser configuradas como parte da operação de inicialização. Outras configurações, como as configurações do proxy de encaminhamento e porta dinâmica, podem ser definidas manualmente depois de executar a inicialização, mas esse processo é muito mais trabalhoso.

Para obter uma lista completa dos parâmetros opcionais, consulte Saída de ajuda para script initialize-tsm.

Alguns cenários usuais nos quais os parâmetros de inicialização opcional são usados:

  • Configuração do Tableau Server para trabalhar com um servidor do proxy de encaminhamento Consulte Opcional: parâmetros initalize-tsm usuais, a seguir neste tópico, para configurar o Tableau Server durante a instalação. Além disso, configure o Tableau Server após a instalação, consulte Configuração do Tableau Server no Linux para trabalhar com um proxy de encaminhamento
  • Especificar mapeamento dinâmico de portas. Por padrão, a maioria das portas necessárias pelo Tableau Server é atribuída (mapeada) dinamicamente de um intervalo de portas predefinido. As atribuições de portas são feitas para cada serviço ou processo durante a instalação. Se quiser modificar o mapeamento de porta, recomendamos configurar isto durante a instalação, consulte Controle do remapeamento de porta com initialize-tsm.
  • Especificar usuário ou grupo de sistema não padrão. Esta alteração na configuração pode ser executada somente durante a inicialização. Consulte Usuários e grupos do sistema
  • Especificar um diretório de dados não padrão. Esta alteração na configuração pode ser executada somente durante a inicialização. Consulte Diretório de dados.

Instalar o Tableau Server

Instale o Tableau Server com o seu gerenciador de pacotes de distribuição, depois execute um script para iniciar o TSM. O script está incluído no pacote instalado.

Importante: o nome de host do servidor não deve ser alterado após iniciar o TSM. Por exemplo, isso pode acontecer se o pacote cloud-init for usado para inicializar uma máquina virtual e o Tableau Server for instalado nesta máquina.

Instalar o pacote do Tableau Server

Por padrão, o Tableau Server será instalado no diretório /opt. Em distribuições do tipo RHEL, você pode especificar um local de instalação diferente.

  1. Faça logon com um usuário que tenha acesso sudo ao computador em que deseja instalar o Tableau Server.

    Observação: para evitar possíveis complicações, recomendamos uma conta de usuário que não inclua caracteres especiais (por exemplo, não ASCII, "+", "-"). Isso pode causar problemas, incluindo falha na instalação completa do Tableau Server, dependendo de como seu ambiente está configurado.

  2. Baixe o pacote do instalador .rpm ou .deb da página Downloads and notas de versão do Tableau Server.

  3. Navegue até o diretório onde você copiou o pacote .rpm ou .deb.

  4. Use o gerenciador de pacotes para instalar o pacote do Tableau Server.

    Não instale em um local usando um link simbólico ou para um diretório em um volume de Sistema de arquivos de rede (NFS).

    • Em distribuições do tipo RHEL, incluindo o CentOS, há a opção de instalar o Tableau em um local não padrão.

      • Local padrão — Para instalar o local padrão (/opt/tableau/tableau_server), execute os seguintes comandos, em que a <version> seja formatada como major-minor-maintenance (por exemplo: 2019-2-5):

        sudo yum update

        sudo yum install tableau-server-<version>.x86_64.rpm

      • Localização não padrão— para instalar em um local não padrão, você deve usar o rpm -i. Além disso, será necessário instalar todos os pacotes dependentes. Consulte a observação abaixo.

        Execute o seguinte comando:

        sudo rpm -i --prefix /preferred/install/path tableau-server.rpm

      Observação: ao usar o yum para instalar o Tableau Server, todos os pacotes dependentes são baixados e instalados automaticamente. Esse é o método de preferência para instalar o Tableau. Se desejar instalar em um local não padrão ou se sua empresa não permite que você use o yum e requer que você instale usando o rpm -i, é necessário instalar todos os pacotes dependentes separadamente. Para obter informações sobre a instalação de pacotes dependentes, consulte Instalação do Tableau Server em um computador fisicamente isolado com Linux.

    • No Ubuntu e Debian, execute os seguintes comandos, em que a <version> seja formatada como major-minor-maintenance (por exemplo: 2019-2-5):

      sudo apt-get update
      sudo apt-get upgrade
      sudo apt-get -y install gdebi-core
      sudo gdebi -n tableau-server-<version>_amd64.deb
      

Iniciar o TSM

Você pode especificar outro local para armazenamento de dados (extrações e metadados de extração), instalando ou não o Tableau no local padrão.

  1. Navegue até o diretório scripts:

    cd /opt/tableau/tableau_server/packages/scripts.<version_code>/
    : atualiza as configurações do ambiente.
  2. Execute o seguinte script para iniciar o TSM:

    sudo ./initialize-tsm --accepteula --<optional_parameters>

    O único parâmetro exigido para o script initialize-tsm é --accepteula. Inclua esse parâmetro para aceitar o Contrato de licença de usuário final (EULA) do Tableau. O EULA está disponível no local a seguir:

    /opt/tableau/tableau_server/packages/docs.<version_code>/Commercial_EULA.txt

    Contudo, consulte estes parâmetros usuais antes de executar o script.

    Opcional: parâmetros initalize-tsm usuais

    Há vários parâmetros (também chamados de sinalizadores) que podem ser definidos ao executar o initialize-tsm. Os sinalizadores usuais estão listados abaixo. Para obter uma lista completa, execute o comando sudo ./initialize-tsm -h, ou consulte Saída de ajuda para script initialize-tsm.

    • O sinalizador -a para indicar o usuário a ser adicionado aos grupos do tsmadmin e do tableau, em vez do usuário que executa este script. Se estiver instalando com a conta raiz, é necessário especificar o sinalizador -a.

    • O sinalizador --unprivileged-user para definir uma conta de serviço diferente. Por padrão, um novo usuário chamado tableau será criado. Esta é uma conta de serviço sem privilégios na qual a maior parte do processos do Tableau é executada. Recomendamos criar um usuário diferente apenas se uma conta de usuário tableau já existir no computador.

    • O sinalizador -d para especificar um local não padrão do "diretório de dados" em que o Tableau Server armazena as extrações, as informações sobre extrações, entre outros.

      Por padrão, o Tableau Server usa a seguinte localização para o diretório:

      /var/opt/tableau/tableau_server

      Ao definir esse sinalizador, o script intialize-tsm criará e aplicará permissões ao diretório especificado. Há restrições importantes que se aplicam à alteração do caminho de diretório padrão. Consulte Diretório de dados.

    • O sinalizador --debug para solução de problemas. Esta opção mostra cada comando no script quando é executado e pode facilitar a solução de problemas. O uso dessa opção resulta no amplo desempenho da tela.

    • Durante a instalação, recomenda-se configurar o Tableau Server para uma solução de proxy de encaminhamento.

      Para fazer isso, inclua os sinalizadores --http_proxy e/ou --https_proxy para especificar o servidor proxy de encaminhamento. Especifique a URL.e a porta, por exemplo:

      --http_proxy=http://proxy.exampe.lan:80/

      --https_proxy=http://1.2.3.4:443/

      Certifique-se de usar http ao especificar a URL da variável ambiental https_proxy. Não especifique o protocolo https para o valor da variável ambiental https_proxy.

      Para configurar o Tableau Server a ignorar o proxy de encaminhamento, inclua o sinalizador --no_proxy. Além disso, adicione exceções a esta configuração de proxy para garantir que toda a comunicação em um cluster do Tableau Server (se tiver um agora ou se tiver um posteriormente) não seja roteada para o servidor proxy. Por exemplo:

      --no_proxy=localhost,127.0.0.1,localaddress,.localdomain.com.

    • Se quiser gerenciar manualmente as atribuições de portas para os processos do TSM e do Tableau Server, será necessário usar um ou mais switches de porta com initialize-tsm. Para obter mais informações, consulte Controle do remapeamento de porta com initialize-tsm.

    • Se você quiser usar o serviço ATR (autorização para execução) do Tableau para ativar o Tableau Server, use --activation-service. Essa opção é apenas para novas instalações, não upgrades. Esta opção é ideal para ambientes baseados em nuvem ou virtuais, mas está disponível para qualquer pessoa que possa ativar sua cópia do Tableau Server online. Selecionar ATR para ativação do produto é uma escolha permanente que não pode ser desfeita posteriormente. Para obter mais informações, consulte Ativar o Tableau Server usando o serviço de autorização para execução (ATR)(O link abre em nova janela).

  3. Saia e faça logon novamente no terminal antes de configurar o Tableau Server.

    Ao entrar novamente, crie uma nova sessão na qual as alterações de associação ao grupo já foram efetivadas. A nova sessão também tem acesso às variáveis do ambiente adicionadas pelo script initialize-tsm.

Próxima etapa

Agradecemos seu feedback!