Gerenciamento de carga de trabalho por meio das funções de nó

Usando as funções de nó, é possível configurar onde certos tipos de cargas de trabalho são processados na instalação do Tableau Server. Os recursos das funções de nó permitem dedicar e dimensionar recursos para cargas de trabalho específicas. Você pode configurar funções de nó para o Processador em segundo plano e Armazenamento de Arquivo.

Funções de nó do processador em segundo plano

O processo do Processador em segundo plano executa as tarefas do Tableau Server, incluindo atualizações de extração, assinaturas, tarefas de fluxo, tarefas “Executar agora” e tarefas iniciadas por tabcmd. A execução de todas essas tarefas pode usar muitos recursos da máquina. Se você tiver mais de um nó do Processador em segundo plano no cluster, é possível gerenciar a carga de trabalho do Processador em segundo plano especificando o tipo de tarefas que um Processador em segundo plano pode executar em um nó, usando o recurso da função de nó do Processador em segundo plano.

Essa opção de configuração está disponível no momento somente por meio dos comandos CLI do TSM e é útil apenas em clusters de vários nós. Se você tiver apenas um nó, o Processador em segundo plano será definido para executar todas as tarefas por padrão e isso não pode ser alterado.

Uso das funções de nó do Processador em segundo plano

O recurso da função de nó do Processador em segundo plano destina-se a proporcionar mais controle e governança sobre o local em que certos tipos de cargas de trabalho do Processador em segundo plano são processados na instalação do Tableau Server e permite dedicar e dimensionar recursos para cargas de trabalho específicas.

Por exemplo, se a implantação tiver muitas extrações e os usuários estiverem executando muitas atualizações de extração ou trabalhos de criptografia, talvez seja interessante dedicar um nó para atualizações de extração. Da mesma forma, no caso de assinaturas, se a instalação do Tableau Server processar muitas assinaturas e você quiser garantir que outros trabalhos não consumam os recursos de assinaturas, é possível dedicar um nó para assinaturas. Nesses casos, também seria interessante dedicar outros nós do processador em segundo plano às cargas de trabalho que não se referem a atualizações de extração ou assinaturas.

Para oferecer suporte à alta disponibilidade, o Tableau recomenda ter vários nós dedicados a uma carga de trabalho específica. Por exemplo, se você dedicar um nó para atualizações de extração, deverá também configurar um segundo nó para processar a carga de trabalho da atualização de extração. Dessa forma, se um nó dedicado a atualizações de extração estiver indisponível, as atualizações de extração ainda poderão ser processadas pelo outro nó.

Opções de configuração

Configuração Trabalhos
todos os trabalhos (padrão) Todos os trabalhos do Tableau Server
fluxos Trabalhos de execução de fluxo.
nenhum fluxo Todos os trabalhos, exceto fluxos.
atualizações de extração

Trabalhos criados para:

Atualizações incrementais, atualizações completas, criptografia e descriptografia de todas as extrações, incluindo as extrações criadas pelas saídas de fluxo.

assinaturas Trabalhos de assinatura
atualizações de extração e assinaturas Atualizações de extração, criptografia e descriptografia de todas as extrações, incluindo as extrações criadas pelas saídas de fluxo e trabalhos de assinatura.
nenhuma atualização de extração Todos os trabalhos, exceto as atualizações de extração, criptografia e descriptografia de extração de todas as extrações, incluindo as extrações criadas pelas saídas de fluxo.
nenhuma assinatura Todos os trabalhos, exceto assinaturas.
nenhuma atualização de extração e assinatura Todos os trabalhos, exceto as atualizações de extração, criptografia e descriptografia de todas as extrações, incluindo as extrações criadas pelas saídas de fluxo e assinaturas.

Para obter mais informações sobre como usar os comandos tsm para definir a função de nó, consulte tsm topology.

Observação: fazer configurações para funções de nó requer uma reinicialização do servidor e exigirá algum tempo de inatividade. Para obter mais informações, consulte tsm pending-changes.

Requisitos da licença

Ao configurar um nó para realizar apenas um tipo específico de tarefas, como fluxos, atualizações de extração e assinaturas, você deve ter uma das seguintes licenças ativadas no Tableau Server:

  • Para configurar um nó para executar fluxos, você deve ter uma licença de Data Management Add-On válida ativada no servidor e o Tableau Prep Conductor em execução nesse nó. Para saber mais sobre o Tableau Prep Conductor, consulte Tableau Prep Conductor.

  • Para configurar um nó para executar todos os trabalhos, exceto fluxos, você deve ter o Tableau Prep Conductor em execução no nó. O Tableau Prep Conductor requer uma licença de Data Management Add-On do Tableau válida ativada no servidor. Para obter mais informações, consulte Licenciamento do Tableau Prep Conductor.

  • Para configurar um nó para executar atualizações de extração, assinaturas e qualquer combinação relacionada a atualizações de extração e assinaturas, você deve ter uma licença do Server Management Add-on válida ativada no Tableau Server. Se a licença expirar ou for desativada, você verá um erro sempre que fizer uma alteração na configuração do Servidor.

Importante!
Embora os fluxos, atualizações de extração e assinaturas possam ser caros e consumir muitos recursos, eles não são os únicos trabalhos que podem exigir recursos dedicados. No grupo de todos os trabalhos, existe uma variedade de trabalhos do Sistema que o Processador em segundo plano executa, como a geração de miniatura para pastas de trabalho. Verifique se os nós que executam trabalhos que não se referem a atualizações de extração, assinaturas ou fluxos têm recursos de máquina suficientes.

Para obter mais informações sobre como configurar as funções de nó usando os comandos do TSM, consulte tsm topology set-node-role.

Considerações

Há algumas regras que você deve considerar ao configurar as funções de nó do Processador em segundo plano indicadas abaixo:

  • Somente uma configuração da função de nó pode ser definida para um nó de cada vez. Não é possível configurar várias funções de nó em um nó.

  • Para configurar uma função de nó, deve haver pelo menos um processo do Processador em segundo plano nesse nó.

  • Se você tiver apenas um nó do Processador em segundo plano, configure esse nó para executar todos os trabalhos. Essa é a configuração padrão e não requer licenciamento adicional.

  • Se você tiver mais de um nó do Processador em segundo plano, ele deve ser configurado para gerenciar todos os trabalhos. Isso pode ser feito das seguintes maneiras:

    • Configure um dos nós para executar todos os trabalhos usando a opção Todos os trabalhos. Essa é a maneira mais fácil e direta.

    • Usando uma das configurações de exceção em um dos nós:

      • nenhum fluxo
      • nenhuma assinatura
      • nenhuma atualização de extração
      • nenhuma atualização de extração e assinatura

Por exemplo, em um cluster onde existem três processadores em segundo plano, você pode ter um nó configurado para executar fluxos, um para executar assinaturas e atualizações de extração e um para executar todos os trabalhos, exceto fluxos, assinatura e atualizações de extração.

Observação: a capacidade de especificar funções de nó para executar fluxos ou executar todos os trabalhos, exceto fluxos ou executar todos os trabalhos foi introduzida na versão 2019.1.

Funções de nó de armazenamento de arquivos

O Armazenamento de arquivo do Tableau Server controla o armazenamento das extrações. Há três categorias amplas de cargas de trabalho que dependentes da extração.

Extrair carga de trabalho Serviço de execução
Atualizar Processador em segundo plano
Consulta Processador de Dados
Back-up/Restaurar Back-up/Restaurar

O gerenciamento de funções de nó do armazenamento de arquivos combinado ao Processador em segundo plano oferece aos administradores de servidor a capacidade de especializar nós de servidor para dar preferência à execução de cargas de trabalho selecionadas para otimizar o desempenho de todas as categorias de cargas de trabalho com uso intendo de extrações.

É possível especializar um nó para executar cargas de trabalho de consulta de extração por meio de uma topologia que tem apenas nós independentes do Processador de dados. Para obter mais informações, consulte Otimizar para ambientes com uso intenso de consulta. No entanto, isso está às custas da cargas de trabalho de atualização de extração, que são executadas pelos nós do Processador em segundo plano. Com a abordagem de isolamento com base na topologia, as cargas de trabalho de atualização intensas do Processador em segundo plano podem ficar mais lentas, pois nenhum nó do Processador em segundo plano possui um Armazenamento de arquivo, o que direciona todo o tráfego de atualização de extrações para a rede.

Com a opção de configuração da função de nó de armazenamento de arquivos, é possível designar certos nós de servidor que processam consultas de extração a serem selecionadas na lista de nós de servidor que podem fazer isso. Isso ajuda a acelerar as cargas de trabalho, como atualizações de backup e extração, permitindo que os administradores de servidor habilitem o Armazenamento de arquivos em nós de servidor do Processador em segundo plano, o que impede que as consultas de extração sejam executadas nesses nós. Esse recurso é útil se você tiver uma carga de trabalho de consulta e de atualização com uso intenso de extrações e quiser atingir o desempenho ideal da consulta de extração e desempenho de atualização.

Veja a seguir as instruções para otimizar as cargas de trabalho de atualização de extração e backup/restauração.

Comece a partir de uma topologia com nós especializados do Mecanismo de dados (consulte Otimizar para ambientes com uso intenso de consulta).

Topology 1 - Dedicated Data Engine NodesTopologia 1 - Nós de mecanismo de dados dedicados

  1. Adicionar armazenamento de arquivo ao nó 0.
    tsm topology set-process -n node0 -pr filestore -c 1
  2. Designar Nó 2 e Nó 3 para preferencialmente executar cargas de trabalho com uso intenso de extrações
    tsm topology set-node-role -n node2, node3 -r extract-queries
  3. Designar o Nó 0 para executar preferencialmente as cargas de trabalho com uso intenso de extrações.
    tsm topology set-node-role -n node0 -r extract-refreshes
  4. Designar o Nó 1 para executar preferencialmente as cargas de trabalho sem uso intenso de extrações.
    tsm topology set-node-role -n node0 -r no-extract-refreshes
  5. Aplique as alterações pendentes.
    tsm pending-changes apply

Topology 2Topologia 2 - Nó de armazenamento extra de arquivos

Observação: na implantação do Tableau Server, adicionar funções de armazenamento de arquivos aos nós existentes aumentará temporariamente o I/O de rede entre todos os nós do Armazenamento de arquivos enquanto o novo Armazenamento de arquivos estiver sendo sincronizado. A duração dessa operação depende do volume de dados no Armazenamento de arquivos e da capacidade de largura de banda da rede. O status da sincronização pode ser monitorado usando a GUI na Web do TSM. Se você estiver adicionando mais de um Armazenamento de arquivos à implantação, é recomendável adicioná-los consecutivamente e aguardar a conclusão da sincronização inicial entre cada adição do Armazenamento de arquivos.

Opções de configuração

Configuração Trabalhos
todos os trabalhos (padrão) Todos os trabalhos do Tableau Server
extract-queries Tarefas criadas para consultas de extração. Os nós selecionados serão executados como all-jobs e priorizarão o processamento das consultas de extração.

Para obter mais informações sobre como configurar as funções de nó usando os comandos do TSM, consulte tsm topology set-node-role.

Requisitos da licença

Para configurar um nó para executar consultas de extração, você deve ter uma licença válida do Server Management Add-on ativada no Tableau Server.

Agradecemos seu feedback! Ocorreu um erro ao enviar o feedback. Tente novamente ou envie-nos uma mensagem.