Alterar níveis de registro

Por padrão, o Tableau Services Manager (TSM) e o Tableau Server registram eventos no nível Informações. Você poderá alterar isso se precisar obter mais informações (se estiver trabalhando com o Suporte do Tableau, por exemplo).

Como prática recomendada, você não deve aumentar os níveis de registro, exceto em resolução de problemas. O aumento do nível de registro para depuração ou rastreamento aumenta o volume de informações registradas e pode ter um impacto significativo sobre o desempenho. Você só deve definir um nível de registro como depuração ao investigar um problema específico. Reproduza o problema e redefina o nível de registro como informações.

Níveis de registro

Os níveis de registro a seguir são listados na ordem do volume de informações registradas crescente:

  • off (desativado)
  • fatal (fatal)
  • error (erro)
  • warn (aviso)
  • info (the default) (informações (o padrão))
  • debug (depuração)
  • trace (rastreamento)

Alterar níveis de registro

Defina os níveis de registro para processo do TSM e do Tableau Server usando as chaves de configuração tsm configuration set. A chave usada depende de qual componente do TSM ou do Tableau Server cujo nível de registro você deseja alterar.

Configuração dinâmica de nível de registro

Na versão 2020.2 introduzimos a configuração dinâmica, que incluía o registro dinamicamente configurável para serviços tsm (tsm.log.level) e serviços de aplicativos de controle (tsm.controllerapp.log.level). A versão 2020.3 expande esse recurso para os seguintes serviços ou processos: processador em segundo plano (backgrounder.log.level), controlador de cluster (clustercontroller.log.level), servidor de dados (dataserver.log.level), armazenamento de arquivos (filestore.log.level), propriedades de fonte de dados (tdsservice.log.level) e servidor VizQL (vizqlserver.log.level). Se você estiver apenas alterando os níveis de registro para um ou mais desses componentes, pode fazê-lo sem reiniciar o Tableau Server.

Chave de configuração Local dos logs afetados

(o caminho começa com C:\ProgramData\Tableau\Tableau Server\data\tabsvc\logs\)

tsm.log.level

Altera os níveis de registro do TSM para: clientfileservice, clustercontroller, licenseservice, tabadminagent, tabadmincontroller, tabsvc

\<service>\<service>_node<n>-<instance>.log

exemplo: \clientfileservice\clientservice_node1-0.log

tsm.controlapp.log.level

Altera os níveis de registro do TSM para: aplicativos de controle

\<service>\control_<service>_node<n>-<instance>.log

exemplos: \clientfileservice\control_clientservice_node1-0.log

\filestore\control_filestore_node1-0.log

<process>.native_api.log.level

Os nomes de processo válidos são processadores em segundo plano, vizportal, vizqlserver e dataserver

Observação: esses não são dinamicamente configuráveis.

\vizqlserver\*.txt

backgrounder.log.level

Altera os níveis de registro para: processador em segundo plano

\backgrounder\*.log

clustercontroller.log.level

Altera os níveis de registro para: controlador de cluster

\clustercontroller\*.log

dataserver.log.level

Altera os níveis de registro para: servidor de dados

\dataserver\*.log

filestore.log.level

Altera os níveis de registro para: armazenamento de arquivos

\filestore\*.log

gateway.log.level

Altera os níveis de registro para: gateway

\gateway\*.log

tdsservice.log.level

Altera os níveis de registro para: serviço de propriedades de origem de dados

\tdsservice\*.log

tomcatcontainer.log.level

Altera os níveis de registro de microsserviços em: contêiner de microsserviço interativo e contêiner de microsserviço não interativo

\tomcatcontainer\*.log

vizportal.log.level

Altera os níveis de registro para: servidor de aplicativos

\vizportal\*.log

vizqlserver.log.level

Altera os níveis de registro para: servidor VizQL

\vizqlserver\*.log

Para obter mais informações, consulte Opções do tsm configuration set.

Se você estiver apenas alterando os níveis de registro dinamicamente configuráveis, não precisará parar ou iniciar o servidor (para obter mais informações, consulte Configuração dinâmica de nível de registro acima). Se estiver alterando outros níveis de registro, é preciso interromper o Tableau Server antes de alterar os níveis de registro e reiniciá-lo depois. Em uma instalação de vários nós do Tableau Server, defina os níveis de registro no nó inicial.

Para alterar o nível de registro:

  1. (Opcional para níveis de registro configuráveis dinamicamente na versão 2020.2.0 e posterior) Interrompa o Tableau Server abrindo um prompt de comando e digitando:

    tsm stop

  2. Defina o nível de registro digitando tsm configuration set -k <config.key> -v <config_value>

    em que <config.key> é uma das chaves na tabela acima e registro <config_value> é um nível de registro válido.

    Exemplos:

    • tsm configuration set -k backgrounder.native_api.log.level -v debug                    
    • tsm configuration set -k tsm.log.level -v debug
    • tsm configuration set -k tsm.controlapp.log.level -v debug
  3. Aplique as alterações pendentes por meio do comando tsm pending-changes apply.
  4. (Opcional, somente se o servidor estiver interrompido) Inicie o Tableau Server executando o seguinte comando:

    tsm start

Redefinir níveis de registro

Depois de reproduzir o problema e coletar as informações relacionadas a ele, redefina os níveis de registro para que não haja impacto de desempenho persistente e nenhum espaço adicional em disco seja usado.

Redefina o nível de registro como o padrão (informações) usando o comando apropriado com uma opção -d. É preciso aplicar alterações pendentes após a redefinição do nível e, se estiver redefinindo os níveis de registro dos processos do Tableau Server, deverá interromper o servidor antes de fazer a alteração e iniciá-lo, aplicando as alterações pendentes.

Exemplos:

  • tsm configuration set -k backgrounder.native_api.log.level -d
  • tsm configuration set -k tsm.log.level -d
Agradecemos seu feedback! Ocorreu um erro ao enviar o feedback. Tente novamente ou envie-nos uma mensagem.