Alterar níveis de registro

Por padrão, o Tableau Services Manager (TSM) e o Tableau Server registram eventos no nível Informações. Você poderá alterar isso se precisar obter mais informações (se estiver trabalhando com o Suporte do Tableau, por exemplo).

Como prática recomendada, você não deve aumentar os níveis de registro, exceto em resolução de problemas, conforme instruído pelo Suporte. Você só deve definir um nível de registro como depuração ao investigar um problema específico. A alteração dos níveis de registro pode ter esses impactos:

  • O aumento do nível de registro para debug ou trace aumenta o volume de informações registradas e pode ter um impacto significativo sobre o desempenho. Reproduza o problema e redefina o nível de registro como informações.
  • Definir o nível de registro para warn or error pode reduzir tanto a quantidade de informações, de modo que não sejam úteis para o suporte do Tableau.

Níveis de registro

Os níveis de registro a seguir são listados na ordem do volume de informações registradas crescente:

  • off (desativado)
  • fatal (fatal)
  • error (erro)
  • warn (aviso)
  • info (the default) (informações (o padrão))
  • debug (depuração)
  • trace (rastreamento)

Alterar níveis de registro

Defina os níveis de registro para processo do TSM e do Tableau Server usando as chaves de configuração tsm configuration set. A chave usada depende de qual componente do TSM ou do Tableau Server cujo nível de registro você deseja alterar.

Configuração dinâmica de nível de registro

Na versão 2020.2 introduzimos a configuração dinâmica, que incluía o registro dinamicamente configurável para serviços tsm (tsm.log.level) e serviços de aplicativos de controle (tsm.controllerapp.log.level). Essa capacidade foi expandida em versões subsequentes. A versão 2020.3 adiciona processador em segundo plano (backgrounder.log.level), controlador de cluster (clustercontroller.log.level), servidor de dados (dataserver.log.level), armazenamento de arquivos (filestore.log.level), propriedades de fonte de dados (tdsservice.log.level) e servidor VizQL (vizqlserver.log.level). A versão 2020.4 adiciona contêiner de microsserviço interativo (tomcatcontainer.log.level) e servidor de aplicativos (vizportal.log.level). Se você estiver apenas alterando os níveis de registro para um ou mais desses componentes, pode fazê-lo sem reiniciar o Tableau Server.

Chave de configuração Local dos logs afetados

(o caminho começa com C:\ProgramData\Tableau\Tableau Server\data\tabsvc\logs\)

tsm.log.level

Altera os níveis de registro do TSM para: clientfileservice, clustercontroller, licenseservice, tabadminagent, tabadmincontroller, tabsvc

\<service>\<service>_node<n>-<instance>.log

exemplo: \clientfileservice\clientservice_node1-0.log

tsm.controlapp.log.level

Altera os níveis de registro do TSM para: aplicativos de controle

\<service>\control_<service>_node<n>-<instance>.log

exemplos: \clientfileservice\control_clientservice_node1-0.log

\filestore\control_filestore_node1-0.log

<process>.native_api.log.level

Os nomes de processo válidos são processadores em segundo plano, vizportal, vizqlserver e dataserver

Observação: esses não são dinamicamente configuráveis.

\vizqlserver\*.txt

backgrounder.log.level

Altera os níveis de registro para: processador em segundo plano

\backgrounder\*.log

clustercontroller.log.level

Altera os níveis de registro para: controlador de cluster

\clustercontroller\*.log

dataserver.log.level

Altera os níveis de registro para: servidor de dados

\dataserver\*.log

filestore.log.level

Altera os níveis de registro para: armazenamento de arquivos

\filestore\*.log

gateway.log.level

Altera os níveis de registro para: gateway

\gateway\*.log

tdsservice.log.level

Altera os níveis de registro para: serviço de propriedades de origem de dados

\tdsservice\*.log

tomcatcontainer.log.level

Altera os níveis de registro de microsserviços em: contêiner de microsserviço interativo e contêiner de microsserviço não interativo

\tomcatcontainer\*.log

vizportal.log.level

Altera os níveis de registro para: servidor de aplicativos

\vizportal\*.log

vizqlserver.log.level

Altera os níveis de registro para: servidor VizQL

\vizqlserver\*.log

Para obter mais informações, consulte Opções do tsm configuration set.

Se você estiver apenas alterando os níveis de registro dinamicamente configuráveis, não precisará parar ou iniciar o servidor (para obter mais informações, consulte Configuração dinâmica de nível de registro acima). Se estiver alterando outros níveis de registro, é preciso interromper o Tableau Server antes de alterar os níveis de registro e reiniciá-lo depois. Em uma instalação de vários nós do Tableau Server, defina os níveis de registro no nó inicial.

Para alterar o nível de registro:

  1. (Opcional para níveis de registro configuráveis dinamicamente na versão 2020.2.0 e posterior) Interrompa o Tableau Server abrindo um prompt de comando e digitando:

    tsm stop

  2. Defina o nível de registro digitando tsm configuration set -k <config.key> -v <config_value>

    em que <config.key> é uma das chaves na tabela acima e registro <config_value> é um nível de registro válido.

    Exemplos:

    • tsm configuration set -k backgrounder.native_api.log.level -v debug                    
    • tsm configuration set -k tsm.log.level -v debug
    • tsm configuration set -k tsm.controlapp.log.level -v debug
  3. Aplique as alterações pendentes por meio do comando tsm pending-changes apply.
  4. (Opcional, somente se o servidor estiver interrompido) Inicie o Tableau Server executando o seguinte comando:

    tsm start

Redefinir níveis de registro

Depois de reproduzir o problema e coletar as informações relacionadas a ele, redefina os níveis de registro para que não haja impacto de desempenho persistente e nenhum espaço adicional em disco seja usado.

Redefina o nível de registro como o padrão (informações) usando o comando apropriado com uma opção -d. É preciso aplicar alterações pendentes após a redefinição do nível e, se estiver redefinindo os níveis de registro dos processos do Tableau Server, deverá interromper o servidor antes de fazer a alteração e iniciá-lo, aplicando as alterações pendentes.

Exemplos:

  • tsm configuration set -k backgrounder.native_api.log.level -d
  • tsm configuration set -k tsm.log.level -d
Agradecemos seu feedback!