Alterar as configurações do cliente do Bridge

Existem várias configurações do cliente do Bridge que o administrador do site pode configurar para alterar a forma como um cliente funciona. Em alguns casos, um proprietário da fonte de dados pode ser responsável por algumas das tarefas descritas neste tópico se ele ou ela mantiver seu próprio cliente para executar horários do Bridge (legado).

Executar o Bridge como um serviço Windows

Para que um cliente seja incluído em um pool, ele deve ser executado como um serviço Windows (modo Serviço). Por padrão, um cliente está definido para ser executado como um serviço Windows para que ele possa fazer balanceamento de carga de consultas em tempo real e atualizações em segundo plano sem exigir que um usuário dedicado esteja conectado à máquina. Para um cliente ser executado como um serviço Windows, a conta de usuário do Windows que executa o cliente deve ser um membro do grupo de administradores locais na máquina.

Observação:se você é proprietário de uma fonte de dados e gerencia sozinho o cliente, seu cliente não será incluído no pool. No entanto, se você quiser que o cronograma do Bridge (legado) seja executado em segundo plano mesmo se você não estiver conectado à sua máquina, seu cliente deverá estar executando como um serviço (modo Serviço).

  1. Abra a bandeja de sistema do Windows e clique no ícone do Bridge para abrir o cliente.

  2. No menu suspenso de Modo, selecione Serviço. Uma janela de logon é exibida.

    Executar o Tableau Bridge continuamente como um serviço Windows.

  3. Insira suas credenciais de administrador local.

    Na lista de serviços do Windows, o Bridge aparece como Serviço do Tableau Bridge. Isso será exibido no console do Windows Services ou na guia Serviços do Gerenciador de Tarefas.

Executar o Bridge como um serviço Windows

Para impedir que o cliente seja executado como um serviço, mude o modo.

  1. Abra a bandeja de sistema do Windows e clique no ícone do Bridge para abrir o cliente.

  2. No menu suspenso de Modo, selecione Aplicativo.

    Execute o Tableau Bridge como um aplicativo em vez de um serviço.

Quando o cliente está sendo executado no modo Aplicativo, consultas em tempo real e atualizações programadas só podem ser executadas quando o usuário estiver conectado na conta de usuário do Windows na máquina de onde o cliente está sendo executado.

Trocar o site ao qual o cliente está associado

Quando quiser usar um cliente mantenha atualizadas as fontes de dados publicadas em um site diferente do Tableau Online, você pode desvincular o cliente atual e autenticar o novo site no cliente.

  1. Abra a bandeja de sistema do Windows e clique no ícone do Bridge para abrir o cliente.
  2. No menu suspenso, selecione Desvincular.

    Retire o link para remover todas as informações de dados e interromper o envio de atualizações ao Tableau Online

    Essa ação remove a lista de fontes de dados, agendas e informações de conexão do cliente.

  3. Abra a bandeja de sistema do Windows e clique no ícone do Bridge para abrir o cliente.

  4. Quando solicitado, faça logon no novo site com as credenciais de administrador do seu site.

  5. Faça um ou ambos procedimentos a seguir para configurar o cliente:

    • Se esse cliente atualizar as fontes de dados baseadas em arquivos, peça aos proprietários das fontes de dados que as reconfigurem e atualizem as agendas.

    • Se você quiser que esse cliente coordene conexões em tempo real ou extraia conexões que usam agendas recomendadas, certifique-se de que o novo cliente faça parte do pool. Para obter mais informações, consulte Configurar e gerenciar o pool de clientes do Bridge

Quando você desvincula um cliente, também pode precisar remover as agendas do Bridge (legado) para as fontes de dados que o cliente estava atualizando. As outras fontes de dados continuarão a ter tarefas de atualização de dados realizadas por outros clientes cadastrados no pool.

Para obter mais informações, consulte Efeitos de saída e desvinculação.

Configure um limite de tempo limite para atualizações

Para reger o uso indevido de extratos ou atualizações, você pode impor um prazo, também conhecido como limite de tempo limite, para atualizações realizadas por um cliente. O tempo limite é o maior tempo permitido para que uma única extração conclua uma atualização antes que ela seja cancelada pelo cliente. Se uma atualização for cancelada por ter alcançado o tempo limite, você verá uma mensagem no cliente e um alerta por e-mail será enviado para o proprietário da fonte de dados.

Por padrão, o tempo limite para um cliente é de 24 horas. É possível alterar o tempo limite de um cliente por meio do arquivo de configuração do Bridge.

Observação: o cliente deve ser reiniciado para que as alterações feitas no arquivo de configuração sejam aplicadas.

  1. Na máquina em que o cliente está instalado, vá até a página Configuração no Meu repositório do Tableau Bridge.

    A localização padrão da pasta Configuração é C:\Usuários\jsmith\Documentos\Meu Repositório do Tableau Bridge\Configuração.

  2. Abra o arquivo TabBridgeClientConfiguration.txt.

  3. Próximo a extractRefreshTimeout, altere o tempo permitido para uma tarefa de atualização ser concluída.

    Observação: se não encontrar o parâmetro no arquivo de configuração, adicione "extractRefreshTimeout" : 08:00:00", à configuração dataSourceRefreshSettings, como no exemplo abaixo.

  4. Salve e feche o arquivo.

  5. Saia e reinicie o cliente para que as alterações sejam aplicadas. A maneira de reinicialização do cliente dependerá do modo de execução, Aplicativo ou Serviço.

    • Para o modo Aplicativo: no menu do cliente, selecione Sair.

    • Para o modo Serviço: no menu suspenso Modo, selecione Aplicativo; no menu do cliente, selecione Sair.

Gerenciar arquivos de registro do Bridge

O cliente cria logs de atividades como parte de sua operação usual. Você pode usar esses registros para monitorar atualizações, solucionar problemas com o Bridge ou se o Suporte do Tableau solicitar registros para ajudar a resolver um problema.

Você pode gerenciar o tamanho dos arquivos de registro do Bridge ou aumentar o tempo que os arquivos de registro permanecem antes de serem excluídos do arquivo TabBridgeClientConfiguration.txt.

Opções configuráveis

  • maxLogFileSizeInMB: por padrão, o tamanho máximo permitido para arquivos de registro do Bridge é 25 MB. Quando um arquivo de registro excede o limite, um novo é criado.

  • maxBackupLogFileCount: o valor padrão para o número máximo de arquivos de registro do Bridge permitidos é 40. Quando o número de arquivos de registro excede o limite, o arquivo de registro mais antigo é excluído.

  • remoteRequestLogFileLifeSpan: Para cada trabalho de atualização de ponte que é enviado ao cliente, um novo conjunto de arquivos de registro é criado: tabbridgeclijob_<process_id>, jprotocolserver_<process_id> e stdout_jprotocolserver_<process_id>. Por padrão, o tempo máximo que os arquivos de registro permanecem na pasta Registros antes de serem excluídos é de 8 horas se o número de arquivos de registro exceder maxBackupLogFileCount . Caso contrário, esses arquivos de registro permanecem indefinidamente enquanto o número de arquivos de registro é menor ou igual a maxBackupLogFileCount.

    Observação: aqui, <process_id > representa a ID do processo do Windows.

Observação: os arquivos de registro chamados tabprotosrv* são diferentes de outros arquivos de registro do Bridge. O tamanho máximo é de 1 MB, e o número máximo de arquivos de registro permitidos é de 8.192. Esses valores também não são configuráveis.

  1. Na máquina em que o cliente está instalado, vá até a página Configuração no Meu repositório do Tableau Bridge.

    A localização padrão da pasta Configuração é C:\Usuários\jsmith\Documentos\Meu Repositório do Tableau Bridge\Configuração.

  2. Abra o arquivo TabBridgeClientConfiguration.txt.

  3. Próximo a loggerSettings, você pode alterar os valores dos parâmetros a seguir:

    "maxLogFileSizeInMB" : 25

    "maxBackupLogFileCount" : 40

    "remoteRequestLogFileLifeSpan" : "08:00:00"

  4. Salve e feche o arquivo.

  5. Saia e reinicie o cliente para que as alterações sejam aplicadas. A maneira de reinicialização do cliente dependerá do modo de execução, Aplicativo ou Serviço.

    • Para o modo Aplicativo: no menu do cliente, selecione Sair.

    • Para o modo Serviço: no menu suspenso Modo, selecione Aplicativo; no menu do cliente, selecione Sair.

    Gerenciar o tamanho do pool do Bridge

    Por padrão, cada cliente em um pool pode carregar o balanço de carga de até 10 trabalhos de atualização ao mesmo tempo. Se o número de trabalhos de atualização em execução em um determinado momento exceder a capacidade do seu pool de clientes ou você tiver os recursos de hardware para apoiá-lo, considere aumentar a capacidade de cada cliente.

    Você pode gerenciar a capacidade de pool de um cliente no arquivo TabBridgeClientConfiguration.txt.

    Opções configuráveis

    • ConnectionPool: é o número máximo absoluto de trabalhos de atualização simultâneos permitidos pelo cliente. O valor padrão é 10, o valor mínimo permitido é 1 e o valor máximo permitido é 100. Alterar este valor requer desvincular o cliente.

    • maxRemoteJobConcurrency: é o número máximo de trabalhos de atualização simultâneos permitidos pelo cliente que podem ser usados para ajustar ou solucionar problemas de desempenho do cliente, sem ter que alterar os valores absolutos em ConnectionPool. O valor padrão é 10. Esse valor deve ser igual ou menor que o valor especificado para ConnnectionPool. Alterar este valor não requer desvincular o cliente.

    Para mudar ConnectionPool

    Importante: o procedimento descrito abaixo requer desvincular o cliente. A desvinculação remove a associação entre o site e o cliente. Isso significa que, para as fontes de dados atualizadas usando as agendas do Bridge (legado), desvincular o cliente remove associações a essas fontes de dados, suas agendas e quaisquer informações de conexão do cliente. Como parte da modificação do tamanho do pool do Bridge, recomendamos que você clique no ícone do Bridge na bandeja do Sistema Windows e observe as fontes de dados listadas (etapa 5) para ajudar no processo de reagendamento (etapa 10).

    1. Na máquina em que o cliente está instalado, vá até a página Configuração no Meu repositório do Tableau Bridge.

      A localização padrão da pasta Configuração é C:\Usuários\jsmith\Documentos\Meu Repositório do Tableau Bridge\Configuração.

    2. Abra o arquivo TabBridgeClientConfiguration.txt.

    3. Editar o valor ao lado de ConnectionPool.

    4. Salve e feche o arquivo.

    5. (Opcional) Clique no ícone do Bridge na bandeja do Sistema Windows e observe as fontes de dados listadas e as agendas de atualização que foram configuradas para essas fontes de dados.
    6. Clique com o botão direito do mouse no ícone do Bridge na bandeja de Sistema Windows e selecione Desvincular.

      Para obter mais informações sobre a opção Desvincular, consulte Efeitos de saída e desvinculação.

    7. Saia o cliente para que as alterações sejam aplicadas. A maneira em que você sai do cliente dependerá do modo de execução, Aplicativo ou Serviço.

      • Para o modo Aplicativo: no menu do cliente, selecione Sair.

      • Para o modo Serviço: no menu do cliente, selecione Sair. Na caixa de diálogo, selecione a caixa de seleção Sair do cliente e parar as atividades e clique em Fechar.

    8. Inicie o Bridge novamente.

    9. Quando solicitado, faça logon no Tableau Online com as credenciais de administrador do seu site.

    10. (Opcional) Se você seguiu a etapa 5 para obter fontes de dados que usam os horários da Bridge (herdado), siga o procedimento descrito em Adicionar uma agenda nova ou atualizar uma agenda do Bridge (herdado) existente para reagendar as atualizações e efetivamente reassociar as fontes de dados ao cliente.

Para mudar maxRemoteJobConcurrency

  1. Na máquina em que o cliente está instalado, vá até a página Configuração no Meu repositório do Tableau Bridge.

    A localização padrão da pasta Configuração é C:\Usuários\jsmith\Documentos\Meu Repositório do Tableau Bridge\Configuração.

  2. Abra o arquivo TabBridgeClientConfiguration.txt.

  3. Editar o valor ao lado de maxRemoteJobConcurrency.

  4. Salve e feche o arquivo.

  5. Saia o cliente para que as alterações sejam aplicadas. A maneira em que você sai do cliente dependerá do modo de execução, Aplicativo ou Serviço.

    • Para o modo Aplicativo: no menu do cliente, selecione Sair.

    • Para o modo Serviço: no menu do cliente, selecione Sair. Na caixa de diálogo, selecione a caixa de seleção Sair do cliente e parar as atividades e clique em Fechar.

  6. Inicie o Bridge novamente.

  7. Quando solicitado, faça logon no Tableau Online com as credenciais de administrador do seu site.

  8. (Opcional) Se você seguiu a etapa 5 para obter fontes de dados que usam os horários da Bridge (herdado), siga o procedimento descrito em Adicionar uma agenda nova ou atualizar uma agenda do Bridge (herdado) existente para reagendar as atualizações e efetivamente reassociar as fontes de dados ao cliente.
Agradecemos seu feedback!