Unir linhas de dados

Anexe valores (linhas) de uma tabela para a outra para unir seus dados e agrupar duas ou mais tabelas. Para unir seus dados na fonte de dados do Tableau, é preciso usar tabelas da mesma conexão.

Conectores compatíveis

Se a sua fonte de dados oferece suporte para uniões, a opção Nova união é exibida no painel esquerdo da página da fonte de dados, após você conectar-se aos seus dados. Os conectores compatíveis podem variar entre Tableau DesktopTableau Server e Tableau Online.

Para otimizar os resultados, as tabelas agrupadas com a mesma união devem ter a mesma estrutura. Ou seja, cada tabela deve ter o mesmo número de campos e os campos relacionados devem ter nomes e tipos de dados correspondentes.

Por exemplo, suponha que as informações de compras feitas por clientes a seguir estejam armazenadas em três tabelas, separadas por mês. Os nomes da tabela são "Maio2016", "Junho2016" e de "Julho2016".

May2016

Dia Cliente Compras Tipo
4 Lane 5 Crédito
10 Chris 6 Crédito
28 Juan 1 Crédito

June2016

Dia Cliente Compras Tipo
1 Lisa 3 Crédito
28 Isaac 4 Dinheiro
28 Sam 2 Crédito

July2016

Dia Cliente Compras Tipo
2 Mario 2 Crédito
15 Wei 1 Dinheiro
21 Jim 7 Dinheiro

Uma união dessas tabelas cria uma única tabela que contém todas as linhas de todas as tabelas.

União

Dia Cliente Compras Tipo
4 Lane 5 Crédito
10 Chris 6 Crédito
28 Juan 1 Crédito
1 Lisa 3 Crédito
28 Isaac 4 Dinheiro
28 Sam 2 Crédito
2 Mario 2 Crédito
15 Wei 1 Dinheiro
21 Jim 7 Dinheiro

Unir tabelas manualmente

Use este método para fazer a união manual de tabelas distintas. Este método permite arrastar tabelas individuais do painel esquerdo da página Fonte de dados para a caixa de diálogo Unir.

Para unir tabelas manualmente

  1. Na página fonte de dados, clique duas vezes em Nova união para configurar a união.

  2. Arraste uma tabela do painel esquerdo para a caixa de diálogo Unir.

  3. Selecione outra tabela do painel esquerdo e arraste-a para o espaço logo abaixo da primeira tabela.

    Dica: Para adicionar várias tabelas ao mesmo tempo, pressione Shift ou Ctlr (Shift ou Command em um Mac), selecione as tabelas que deseja unir no painel esquerdo e arraste-as para o espaço abaixo da primeira tabela.

  4. Clique em Aplicar ou OK para efetuar a união.

Unir tabelas usando a pesquisa curinga (Tableau Desktop)

Use este método para configurar um critério de pesquisa que automaticamente inclui as tabelas na sua união. Use o caractere curinga, que é um asterisco (*), para corresponder a uma sequência ou um padrão de caracteres nos nomes de planilhas e pastas de trabalho do Excel e das Planilhas Google, nos nomes de arquivos de texto, nos nomes de arquivos JSON, nos nomes de arquivo .pdf e nos nomes de tabelas de banco de dados.

Ao trabalhar com os dados do Excel, de arquivos de texto, de arquivos JSON e de arquivo .pdf, também é possível usar esse método para unir os arquivos às pastas e as planilhas às pastas de trabalho. A pesquisa faz parte do escopo da conexão selecionada. A conexão e as tabelas disponíveis em uma conexão são mostradas no painel esquerdo da página Origem de dados.

Para unir tabelas usando a pesquisa curinga

  1. Na página fonte de dados, clique duas vezes em Nova união para configurar a união.

  2. Clique em Curinga (automático) na caixa de diálogo União.

  3. Insira os critérios de pesquisa que deseja que o Tableau use para encontrar as tabelas a incluir na união.

    Por exemplo, você pode digitar *2016 na caixa de texto Incluir para unir as tabelas das planilhas do Excel cujos nomes de campo terminam com "2016" em seus nomes. Um critério de pesquisa como esse resultará na união das tabelas Maio2016, Junho2016 e Julho2016 (planilhas do Excel) da conexão selecionada. Nesse caso, a conexão é chamada Vendas e a conexão feita com a pasta de trabalho do Excel que contém as planilhas desejadas estava na pasta trimestre_3 no diretório de vendas (p.ex., Z:\sales\quarter_3).

  4. Clique em Aplicar ou OK para efetuar a união.

Expandir a pesquisa para encontrar mais dados do Excel, em texto, JSON e .pdf

As tabelas que são disponibilizadas inicialmente para a união são parte do escopo da conexão selecionada. Se deseja unir mais tabelas que estão localizadas fora da pasta atual (para arquivos do Excel, de texto, JSON e .pdf) ou em uma pasta de trabalho diferente(para planilhas do Excel), selecione uma ou ambas as caixas de seleção na caixa de diálogo Unir para expandir a pesquisa.

Por exemplo, suponha que você tenha duas tabelas Todos Excel que terminam com "2016" em seus nomes dentro da pasta atual. A conexão inicial é feita a uma pasta de trabalho do Excel localizada no mesmo diretório mencionado no exemplo anterior, Z:\vendas\trimestre_3.

  • Incluir: se você inserir *2016 na caixa de texto Incluir e deixar os critérios de pesquisa restantes da caixa de diálogo sem alterações, o Tableau procura por todas as planilhas do Excel que terminam com "2016"na pasta atual.

    No diagrama abaixo, o item destacado em amarelo representa o local atual, ou seja, a pasta de trabalho do Excel com a qual foi criada uma conexão em "trimestre_3." A caixa em verde representa as tabelas pertencentes a pastas de trabalho e planilhas unidas como resultado do critério de pesquisa.

     

  • Incluir + Expandir pesquisa para as subpastas: se você inserir *2016 na caixa de texto Incluir e marcar a caixa de seleção Expandir pesquisa para as subpastas, o Tableau fará o seguinte:

    • Pesquisa todas as planilhas do Excel que terminam com "2016" em seus nomes dentro da pasta atual.

    • Pesquisa planilhas do Excel adicionais cujos nomes terminam com "2016" em seus nomes que estão localizadas em pastas de trabalho do Excel em subpastas de "trimestre_3.".

    No diagrama abaixo, o item destacado em amarelo representa o local atual, ou seja, a pasta de trabalho do Excel com a qual foi criada uma conexão em "trimestre_3.". A caixa em verde representa as tabelas pertencentes a pastas de trabalho e planilhas unidas como resultado do critério de pesquisa.

     

  • Incluir + Expandir pesquisa para a pasta pai: se você inserir *2016 na caixa de texto Incluir e marcar a caixa de seleção Expandir pesquisa para a pasta pai, o Tableau fará o seguinte:

    • Pesquisa todas as planilhas do Excel que terminam com "2016" em seus nomes dentro da pasta atual, "trimestre_3."

    • Pesquisa planilhas do Excel adicionais cujos nomes terminam com "2016" em seus nomes que estão localizadas em pastas paralelas de "trimestre_3.". Neste exemplo, "trimestre_4" é a pasta paralela.

    No diagrama abaixo, o item destacado em amarelo representa o local atual, ou seja, a pasta de trabalho do Excel com a qual foi criada uma conexão em "trimestre_3." As caixas verdes representam as tabelas que pertencem à pasta de trabalho e às planilhas, que são unidas como resultado deste critério de pesquisa.

 

  • Incluir + Expandir a pesquisa para as subpastas + Expandir a pesquisa para a pasta pai: se você inserir *2016 na caixa de texto Incluir e escolher as caixas de seleção Expandir a pesquisa para as subpastas e Expandir a pesquisa para a pasta pai, o Tableau fará o seguinte:
    • Pesquisa todas as planilhas do Excel que terminam com "2016" no nome dentro da pasta atual, "trimestre_3."

    • Procura por pastas de trabalho adicionais do Excel que estão localizadas nas subpastas da pasta atual, "trimestre_3."

    • Procura por pastas de trabalho adicionais do Excel que estão localizadas em pastas paralelas e subpastas de "trimestre_3.". Neste exemplo, "quarter_4" é a pasta paralela.

    No diagrama abaixo, o item destacado em amarelo representa o local atual, ou seja, a pasta de trabalho do Excel com a qual foi criada uma conexão. A caixa verde representa as tabelas que pertencem à pasta de trabalho e às planilhas, que são unidas como resultado deste critério de pesquisa.

Observação: ao trabalhar com os dados do Excel, a pesquisa de caracteres curinga incluirá intervalos nomeados, mas excluirá as tabelas encontradas pelo Interpretador de dados.

Renomear, modificar ou remover uniões

Realize as tarefas básicas de união diretamente na tela da página Fonte de dados.

Para renomear uma união
  1. Clique duas vezes na tabela lógica que contém tabelas físicas unidas.

  2. Clique duas vezes na tabela da união ou na tela de camada física.

  3. Insira um nome para a união.

Para adicionar ou remover tabelas na união
  1. Clique duas vezes na tabela lógica que contém tabelas físicas unidas.

  2. Clique na seta suspensa da união e selecione Editar união.

  3. Arraste mais tabelas que deseja unir do painel esquerdo, ou focalize uma tabela até que o ícone Remover seja exibido e clique no ícone para remover a tabela.

  4. Clique em Aplicar ou OK para concluir a tarefa.

Para remover uma união
  • Clique duas vezes na tabela lógica que contém tabelas físicas unidas e, em seguida, clique na seta suspensa da união e selecione Remover.

Correspondência de nomes de campo ou ordenação de campos

As tabelas em uma união são combinadas usando nomes de campos correspondentes. Quando você trabalha com dados do Excel, das Planilhas Google, de arquivos de texto ou de arquivos JSON, caso não existam nomes de campo correspondentes (ou as colunas das tabelas não tenham cabeçalhos), é possível fazer com que o Tableau combine as tabelas com base na ordem dos campos nos dados subjacentes ao criar a união e, em seguida, selecionar a opção Gerar nomes de campo automaticamente no menu suspenso da união.

Metadados sobre uniões

Após criar uma união, campos adicionais sobre ela são gerados e adicionados à grade. Os novos campos fornecem informações sobre de onde vêm os valores originais da união, incluindo os nomes das planilhas e tabelas. Esses campos são úteis quando informações únicas que são cruciais para a sua análise estão incorporadas ao nome da planilha ou tabela.

Por exemplo, as tabelas usadas no exemplo acima armazenam informações únicas de mês e ano no nome da tabela em vez dos dados. Neste caso, você pode usar o campo Nome da tabela que é gerado pela união para acessar estas informações e usá-las em suas análises.

Se um intervalo nomeado é usado em uma união, os valores nulos são exibidos abaixo do campo Planilha.

Observação: é possível usar os campos gerados por uma união, como Planilha ou Nome da tabela, como chaves de união. Você pode usar uma tabela unida em uma união com outra tabela ou tabela unida.

Mesclar campos sem correspondência na união

Quando os campos na união não correspondem ou os campos na união contêm valores nulos. Você pode mesclar os campos não-equivalentes em um único campo usando a opção mesclar para remover os valores nulos. Ao usar a opção Mesclar, os campos originais são substituídos por um novo campo, que exibe o primeiro valor não-nulo para cada linha nos campos não-equivalentes.

Você também pode criar seus próprios cálculos ou, se possível, modificar os dados subjacentes para combinar os campos não equivalentes.

Por exemplo, suponha que uma quarta tabela, "Agosto2016", seja adicionada aos dados subjacentes. Em vez do nome de campo padrão "Cliente", ela apresentará uma versão abreviada denominada "Clnt."

August2016
Dia Clnt. Compras Tipo
7 Maria 2 Crédito
9 Kathy 1 Crédito
18 Vijay 7 Dinheiro

A união dessas tabelas cria uma única tabela que contém todas as linhas das tabelas, com vários valores nulos. Você pode utilizar a opção Mesclar para combinar os campos de cliente relacionados em um único campo.

União (com valores nulos)

Dia Cliente Compras Tipo Clnt.
4 Lane 5 Crédito nulo
10 Chris 6 Crédito nulo
28 Juan 1 Crédito nulo
1 Lisa 3 Crédito nulo
28 Isaac 4 Dinheiro nulo
28 Sam 2 Crédito nulo
2 Mario 2 Crédito nulo
15 Wei 1 Dinheiro nulo
21 Jim 7 Dinheiro nulo
7 nulo 2 Crédito Maria
9 nulo 1 Crédito Kathy
18 nulo 7 Dinheiro Vijay

 

 

 

 

 

 

 

União (com colunas que foram mescladas)

Dia Compras Tipo Cliente, Clnt.
4 5 Crédito Lane
10 6 Crédito Chris
28 1 Crédito Juan
1 3 Crédito Lisa
28 4 Dinheiro Isaac
28 2 Crédito Sam
2 2 Crédito Mario
15 1 Dinheiro Wei
21 7 Dinheiro Jim
7 2 Crédito Maria
9 1 Crédito Kathy
18 7 Dinheiro Vijay

Após mesclar os campos, você pode usar o campo gerado a partir da mesclagem em um dinâmico ou divisão, ou usar o campo como uma chave de união. Também é possível alterar o tipo de dado do campo gerado por uma mesclagem.

Para mesclar campos sem correspondência

  1. Selecione duas ou mais colunas na grade.

  2. Clique na seta suspensa da coluna e, em seguida, selecione Mesclar campos sem correspondência.

Para remover uma mesclagem
  • Clique na seta suspensa da coluna do campo mesclado e selecione Remover mesclagem.

Visão geral: trabalhando com uniões

Tableau Desktop e criação na Web (Tableau Online e Tableau Server)

  • Uma tabela unida pode ser usada em uma união.

  • Uma tabela unida pode ser usada em uma união com outra tabela unida.

  • Os campos gerados por uma união, Planilha e Nome da tabela, podem ser usados como a chave de união.

  • Se um intervalo nomeado for usado em uma união, os valores nulos são exibidos abaixo do campo Planilha.

  • O campo gerado por uma mesclagem pode ser usado em uma tabela dinâmica.

  • O campo gerado por uma mesclagem pode ser usado como uma chave de união.

  • O tipo de dados do campo gerado de uma mesclagem pode ser alterado.

  • Tabelas são unidas dentro da mesma conexão. Ou seja, não é possível unir tabelas de diferentes bancos de dados.

Somente no Tableau Desktop

  • Ao trabalhar com os dados do Excel, a pesquisa de caracteres curinga incluirá intervalos nomeados, mas excluirá as tabelas encontradas pelo Interpretador de dados.

  • O campo gerado por uma mesclagem pode ser usado em uma dinamização ou divisão.

  • Para unir um arquivo JSON, ele deve ter uma extensão .json, .txt ou .log. Para obter mais informações sobre como trabalhar com os dados JSON, consulte Arquivo JSON.

  • Ao utilizar a pesquisa por caractere curinga nas tabelas de união em um arquivo .pdf, o resultado da união limita-se às páginas que foram digitalizadas no arquivo .pdf ao qual você se conectou. Para obter mais informações sobre como trabalhar com danos em arquivos .pdf, consulte Arquivo PDF.

  • Os procedimentos armazenados não podem ser unidos.

  • Ao trabalhar com dados do banco de dados, é possível converter sua união em SQL personalizado.

Agradecemos seu feedback!