O que mudou - O que é preciso saber antes da atualização

Este artigo lista alterações importantes no Tableau Server, a partir da versão 9.3. Essa lista é cumulativa. Se você estiver atualizando de uma versão anterior (por exemplo, 10.1), leia a lista de alterações referente a cada versão entre a sua atual e a versão para a qual está atualizando. Se estiver atualizando do Tableau Server no Windows para o Tableau Server no Linux, leia as duas versões de "O que mudou".

O que mudou na versão 2019.4

A versão 2019.4 inclui as alterações a seguir que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre os novos recursos no Tableau Server 2019.4, consulte O que há de novo no Tableau Server.

O instalador do Tableau Server foi regravado

A versão 2019.4 do Tableau Server apresenta um programa de instalação regravado para o Pro grama de instalação do Tableau Server.

Essa atualização altera alguns dos switches e opções da linha de comando e disponíveis para o instalador. Se você automatizou a instalação ou atualização do Tableau Server, verifique as opções atuais da linha de comando para o programa de Instalação do servidor. Consulte Alterações nas opções de instalação da linha de comando para a instalação do Tableau Server, para obter mais informações.

Novo instalador do tabcmd para Windows

A versão 2019.4 do Tableau Server apresenta um Programa de instalação regravado para instalar o tabcmd no Windows.

Esta atualização altera algumas das opções da linha de comando. Se você automatizou a instalação do tabcmd, verifique as opções atuais da linha de comando para o programa de Instalação do tabcmd. Para obter mais informações, consulte tabcmd e Instalar switches e propriedades do tabcmd

Atualiza para o Gerenciamento de trabalhos do Tableau Server

A página Gerenciamento de trabalhos tem várias atualizações e novas opções, incluindo:

  • A página Trabalhos agora inclui informações de Execução média e Fila média para cada trabalho.

  • Melhor experiência de cancelamento de trabalhos. Os administradores de servidor e site agora podem inserir observações personalizadas, bem como selecionar destinatários do e-mail ao cancelar um trabalho.

  • Mais informações são fornecidas na caixa de diálogo de detalhes do trabalho, como: a última vez que o trabalho foi executado com êxito e o nome do criador do trabalho.
  • Suporte para o cancelamento dos trabalhos de execução de fluxo. Anteriormente, no Tableau Server versão 2019.3, somente as atualizações e assinaturas eram compatíveis.
  • Adição de um novo Tipo de trabalho: trabalhos de criptografia.

  • Os trabalhos com falha incluem trabalhos que foram suspensos. Os trabalhos suspensos são um status secundário dos trabalhos com falha e têm seu próprio ícone para distingui-los de outros trabalhos com falha.

Para obter mais informações, consulte Gerenciamento de trabalhos no Tableau Server.

 

O que mudou na versão 2019.3

A versão 2019.3 inclui as alterações a seguir que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre os novos recursos no Tableau Server 2019.3, consulte O que há de novo no Tableau Server.

O pacote de criptografia padrão não inclui mais suporte padrão para criptografias antigas

A versão 2019.3 do Tableau Server não inclui mais suporte padrão para criptografias Triple-DES, IDEA e CAMELIA para conexões SSL. Essas criptografias não são mais considerados suficientemente seguras. Nas versões anteriores da Lista de verificação do reforço de segurança, incluímos uma recomendação para desabilitar a criptografia Triple-DES, que foi habilitada por padrão.

Dependendo do seu ambiente, talvez seja necessário fazer configurações adicionais antes de fazer a atualização:

  • Se você desativou a criptografia Triple-DES como documentado na Lista de verificação, recomendamos executar os seguintes comandos antes de atualizar para 2019.3:

    tsm configuration set -k ssl.ciphersuite -d

    tsm pending-changes apply

    Esse comando reverte o Tableau Server para a configuração do pacote de criptografia padrão 2019.2 (e mais antiga). Após a atualização para o 2019.3, a Triple-DES, IDEA e CAMELIA serão removidas das criptografias padrão compatíveis.

    Não execute o comando se você fez outras alterações na chave ssl_ciphersuite.

  • Se você não alterou a chave ssl_ciphersuite, a configuração atualizará o valor da chave para o novo padrão como parte do processo de atualização. O novo valor padrão para a chave ssl_ciphersuite é HIGH:MEDIUM:!aNULL:!MD5:!RC4:!3DES:!CAMELLIA:!IDEA:!SEED.

  • Se os usuários ainda precisarem de suporte para Triple-DES, recomendamos atualizar para navegadores mais recentes que ofereçam suporte a criptografias mais seguras. Se isso não for uma opção, você poderá executar os comandos a seguir depois de atualizar. O primeiro comando define a chave ssl_ciphersuite para a configuração pré-2019.3, compatível com Triple-DES:

    tsm configuration set -k ssl.ciphersuite -v "HIGH:MEDIUM:!aNULL:!MD5:!RC4"

    tsm pending-changes apply

Dados de utilização são enviados ao Tableau

A partir do Tableau Server 2019.3, os dados de utilização do servidor são enviados ao Tableau por padrão. Este é o caso para novas instalações e atualizações. Você pode optar por não participar durante a instalação, atualização ou a qualquer momento depois que o Tableau Server tiver sido instalado. Para obter mais informações sobre dados de utilização, consulte Dados de uso do servidor.

Para desabilitar o envio dos dados de utilização do servidor:

  • Se você estiver instalando o Tableau Server pela primeira vez, poderá desativar esse recurso durante a configuração das definições do nó inicial. Para obter detalhes, consulte Configurar as definições do nó inicial.

  • Se você estiver atualizando o Tableau Server, o script upgrade-tsm informará sobre a opção e como desabilitá-la.

  • Se quiser instalar ou atualizar o Tableau Server e desejar desativar o envio dos dados de utilização do servidor, você poderá fazer isso na página Manutenção do TSM ou na linha de comando. Para obter detalhes, consulte Dados de uso do servidor.

Atualizar sem a necessidade de fornecer uma senha

A partir do Tableau Server 2019.3, quando você atualiza a versão 2019.2 ou posterior, o script upgrade-tsm não exige mais que você especifique um usuário e senha. A versão 2019.3 e posterior tiram proveito do Acesso direto com a CLI TSM e usa a conta com a qual você conectou para autenticar a atualização. Você pode substituir este comportamento usando a opção --user para especificar um usuário administrativo. Ao fazer isso, você também pode fornecer uma senha usando a opção --password ou digitar uma senha quando solicitado. As atualizações de versões anteriores a 2019.2.0 ainda solicitarão uma senha.

Algumas opções de comando tsm não são mais configuráveis

A partir do Tableau Server 2019.3, as seguintes opções são ativadas na instalação e não são mais configuráveis:

  • backgrounder.enable_sort_ jobs_by_job_rank
  • backgrounder.enable_task_ run_time_and_job_rank
O que mudou na versão 2019.2

A versão 2019.2 inclui as alterações a seguir que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter informações sobre os novos recursos no Tableau Server 2019.2, consulte O que há de novo no Tableau Server.

Os requisitos mínimos de hardware mudaram

A partir da versão 2019.2, o Tableau Server requer um mínimo de 4 núcleos e 16 GB de RAM para ser instalado. O programa de instalação verificará se o computador no qual você está instalando satisfaz esses requisitos mínimos antes de instalar. Se o computador não atender a esses requisitos mínimos de hardware, o Tableau não poderá ser instalado. Para obter detalhes, consulte Requisitos mínimos de hardware e recomendações para o Tableau Server. Para obter mais informações sobre essa alteração, consulte esta postagem no blog do Tableau: Requisitos de máquina atualizados para as versões de avaliação do Tableau Server.

A atualização requer pelo menos 15% de espaço livre em disco em cada nó

A atualização para a versão 2019.2 inclui uma atualização de versão para o banco de dados PostGRES usado pelo Tableau internamente. Isso significa que um backup do banco de dados é feito antes da atualização e requer um mínimo de 15% de espaço livre em cada nó.

Cabeçalho HTTP "Referrer-Policy" adicionado

A partir da versão 2019.2, o Tableau Server inclui a capacidade de configurar o comportamento do cabeçalho HTTP Referrer-Policy. Essa política é habilitada com um comportamento padrão que incluirá a URL de origem de todas as conexões "seguras como" (política no-referrer-when-downgrade). Nas versões anteriores, o cabeçalho Referrer-Policy não foi incluído nas respostas enviadas pelo Tableau Server. Essa alteração provavelmente não afetará os cenários de usuários para a maioria dos navegadores. No entanto, recomenda-se testar os cenários de usuários baseados em navegador após a atualização para a versão 2019.2. Caso um cenário de usuário seja afetado, você pode desabilitar ou alterar esse comportamento de cabeçalho. Consulte Cabeçalhos de resposta HTTP.

Os endereços de Internet relacionados ao mapa foram alterados

A partir da versão 2019.2, o Tableau Server precisa de acesso à porta 443 para dois novos locais de mapa: 

  • mapsconfig.tableau.com
  • api.mapbox.com

Eles substituem o endereço usado pelas versões anteriores: maps.tableau.com. Para obter detalhes sobre a configuração do Tableau Server para um acesso adequado à Internet, consulte Configuração de proxies no Tableau Server.

O que mudou na versão 2019.1

Para obter informações sobre os novos recursos no Tableau Server 2019.1, consulte O que há de novo no Tableau Server.

Miniaturas de alta resolução

Na versão 2019.1 e posteriores, as pastas de trabalho e exibições usam miniaturas com alta resolução. Ao atualizar para o Tableau Server versão 2019.1 ou posteriores, o Processador em segundo plano executa as tarefas Colocar atualização de miniaturas em fila e Atualizar miniaturas, que atualizam miniaturas de todas as exibições que não foram editadas ou publicadas desde a versão 2018.2 do Tableau e as converte de imagens de miniatura de baixa resolução (192 x 192 pixels) para alta resolução (300 x 300 pixels), conforme mostrado na figura abaixo.

Quando a tarefa de Atualizar miniaturas atualiza as imagens em miniatura, a data de modificação da exibição é alterada para corresponder à data de atualização da miniatura. A tarefa Atualizar miniaturas não altera a data de modificação das pastas de trabalho ao atualizar as miniaturas da exibição.

As miniaturas podem parecer desfocadas até que a tarefa de Atualizar miniaturas seja concluída. Dependendo do número de pastas de trabalho que você tiver, isso pode levar de alguns minutos a algumas horas. Você também pode notar que as imagens em miniatura podem aparecer em baixa resolução em até uma semana após a atualização para o Tableau Server 2019.1. Para obter mais informações, consulte Tarefa de atualizar miniaturas.

Imagens do cartão Projeto

Na versão 2019.1 e posteriores, as imagens do cartão Projeto não serão exibidas, a menos que sejam adicionadas como o último item na descrição do projeto e encapsuladas com ! (pontos de exclamação). Para obter mais informações, consulte Adicionar uma imagem de projeto.

O que mudou na versão 2018.3

A versão 2018.3 inclui algumas mudanças que você deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre os novos recursos no Tableau Server 2018.3, consulte O que há de novo no Tableau Server.

As legendas flutuantes da planilha ficam transparentes

Para tornar a legenda flutuante visível novamente, os autores de conteúdo precisarão alterar o fundo da legenda com uma cor.

Alterações em algumas opções de tsm configuration set do Processador de dados

Duas novas opções de configuração de tsm set configuration foram adicionadas: hyper.hard_concurrent_query_thread_limit e hyper.soft_concurrent_query_thread_limit

As novas opções substituem a hyper.num_job_worker_threads e a hyper.num_task_worker_threads disponíveis no Tableau Server versões 2018.3 e anteriores. A hyper.num_job_worker_threads e a hyper.num_task_worker_threads foram descontinuadas e não funcionarão mais nas versões 2019.1 e posteriores.

Descarregamento de SSL e SAML

A partir da versão 2018.3, o Tableau Server valida a mensagem de resposta do SAML retornada do IdP. Se a sua empresa encerrar conexões SSL do IdP em um servidor proxy, antes de enviar a solicitação de autenticação para o Tableau Server, os usuários podem não conseguir fazer logon com SAML após atualizar o 2018.2.

Nesse cenário, o SSL é "descarregado" no servidor proxy, o que significa que a solicitação https é encerrada no servidor proxy e depois encaminhada ao Tableau Server em http. Como o SSL é descarregado no proxy, o Tableau Server valida com o protocolo recebido (http), mas a resposta do IdP é formatada com https, então a validação falhará a menos que o servidor proxy inclua o cabeçalho X-Forwarded-Proto definido como https. Consulte Configuração de proxies no Tableau Server.

O que mudou na Versão 2018.2

A versão 2018.2 inclui algumas mudanças significativas que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre o que há de novo no Tableau Server 2018.2, consulte O que há de novo no Tableau Server.

As seções a seguir resumem as mudanças significativas para o Tableau Server 2018.2 e fornecem links para obter informações adicionais.

Tableau Services Manager

A partir da versão 2018.2, o Tableau Server no Windows está disponível com o Tableau Services Manager (TSM). O TSM é o utilitário de configuração e gerenciamento do servidor baseado na Web que substitui o utilitário de configuração do servidor e o utilitário de linha de comando tabadmin. Para administradores do servidor que estão familiarizados com versões anteriores do Tableau, isso significa muitas alterações. Para aprender sobre o TSM e suas diferenças em relação ao utilitário de configuração anterior e ao tabadmin, leia estes tópicos:

A atualização de uma versão anterior do Tableau Server (versão 2018.1 ou anterior) requer algumas etapas especiais. Se essa for a sua situação, certifique-se de ler o tópico:

A movimentação do repositório para um cluster de dois nós não tem suporte

Com a introdução do Tableau Services Manager (TSM), você não pode mais mover o repositório do nó inicial (principal) para um cluster de dois nós. Nas versões 2018.1 e anteriores, era possível adicionar um segundo repositório ao segundo nó e, em seguida, remover o primeiro repositório. Com o TSM, você não pode adicionar um segundo repositório em um cluster de dois nós, o que significa que não é possível mover o repositório para fora do nó inicial.

Atualizações nos logs do Apache no Tableau Server

Os arquivos de log armazenados no /logs/httpd agora contêm registros com vários aprimoramentos de formatação, incluindo o seguinte:

  • Os nome do servidor são mostrados de acordo com a configuração UseCanonicalName, que facilita a diferenciação entre nós em uma implantação de vários nós.
  • As datas e horas agora são monitoradas em uma única cadeia de caracteres de hora e data que pode ser reconhecida facilmente como um único valor por uma variedade de ferramentas de análise de dados, incluindo o Tableau Desktop.
  • Os fusos horários agora são fáceis de analisar
    • No Linux, o deslocamento numérico do UTC é fornecido.
    • No Windows, o nome do fuso horário aparece entre aspas

As alterações de formatação da data, hora e fuso horário são ilustradas por uma entrada de log de exemplo do Tableau Server versão 2018.1 e anteriores:

::1 - - 2018-05-09 08:51:48.872 GMT Daylight Time 80 "POST /vizql/w/Regional/v/Obesity/sessions/A971A92AF77A4F4A9813065BDCEB24D6-0:0/commands/tabsrv/render-tooltip-server HTTP/1.1" "-" 200 445 "593" 135021 WvKolPH4UcM5KrzUbLi8EwAAA@E

Para fins de comparação, a seguir uma entrada de log do Tableau Server versão 2018.2:

10.210.24.3 127.0.0.1 - 2018-05-09T16:07:58.120 "GMT Daylight Time" 80 "POST /vizql/w/Superstore/v/Overview/bootstrapSession/sessions/185CCDC854A44765BB0298E93B403879-0:3 HTTP/1.1" "-" 200 136026 "784" 2370951 WvMOzgKIhfzh9kFWO@ow2gAAA1Y

A função de site Apenas leitura foi descontinuada

A função de site Apenas leitura introduzida no Tableau Server versão 2018.1 foi descontinuada. Todos os usuários designados para a função de site Somente leitura na versão 2018.1 ficam sem licença após uma atualização para a versão 2018.2. Para saber mais sobre as funções que os usuários exercem no site, consulte Definir funções dos usuários no site.

O comando tabcmd initialuser solicita uma senha

Nas versões anteriores, o comando tabcmd initialuser exigia um parâmetro --password para definir a senha inicial do administrador. No tabcmd incluído nessa versão do Tableau Server, é possível deixar o parâmetro --password fora do comando para que seja solicitado no shell. Consulte initialuser.

O que mudou na Versão 2018.1

A versão 2018.1 inclui algumas mudanças que você deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre o que há de novo no Tableau Server 2018.1, consulte O que há de novo no Tableau Server.

Opções do comando tabadmin removidas

As opções anteriores --license e --administrator obsoletas não estão mais disponíveis ao usar os comandos tabcmd createsiteusers, tabcmd createusers e tabcmd syncgroup. Essas são mudanças de quebra de código para todos os scripts que ainda usam as opções --license ou --administrator. Para atualizar os scripts, use a opção --role com esses comandos para especificar os níveis de licença ou as funções no site. Para obter detalhes, consulte Comandos tabcmd.

O que mudou na Versão 10.5

A versão 10.5 inclui algumas mudanças que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre o que há de novo no Tableau Server 10.5, consulte O que há de novo no Tableau Server.

As seguintes seções resumem as alterações significativas no Tableau Server 10.5 e fornecem links para a obtenção de informações adicionais.

Alterações na configuração do Tableau Server

O Hyper potencializa o novo processador de dados no Tableau Server 10.5 e apresenta as alterações descritas abaixo. Para obter mais informações, consulte Processador de dados do Tableau Server.

A partir da versão 10.5, o instalador do Tableau instala o processador de dados automaticamente na instalação do armazenamento de arquivo, Vizportal, VizQLServer, servidor de dados ou processador em segundo plano e não pode ser instalado separadamente. Cada nó com uma instância de um desses processos também terá uma única instância do processo de processador de dados. Não é mais possível configurar mais de uma instância do processador de dados em um nó. Para saber mais sobre os processos do Tableau Server, consulte Processos do Tableau Server.

Anteriormente, nas versões 10.4 e anteriores, para instalações distribuídas, o processo do processador em segundo plano lançou temporariamente instâncias do processo do processador de dados (tdeserver64.exe) durante a criação ou atualizações de extração. No Tableau Server 10.5, uma única instância do processador de dados é instalada automaticamente na instalação do processador em segundo plano. O processo do processador em segundo plano usa essa única instância do processador de dados instalada no mesmo nó. Para obter mais informações sobre as recomendações de configuração, consulte Recomendações de instalações distribuídas.

A atualização pode afetar a configuração atual em clusters com vários nós, especialmente se houver certos processos isolados em um nó separado. Para obter mais informações, consulte Processador de dados do Tableau Server.

Alterações na extrações

A partir da versão 10.5, as novas extrações usarão o novo formato .hyper. O processador de dados melhorado pode ler os formatos de arquivo .tde e .hyper, então a versão mais recente do Tableau Server pode continuar a visualizar e ler pastas de trabalho que usam as extrações .tde.

As extrações existentes não serão automaticamente atualizadas para o novo formato .hyper durante o processo de atualização do Tableau Server ou do Tableau Desktop. Somente quando determinadas tarefas de extração são realizadas na extração .tde, ela é atualizada para uma extração .hyper. Por exemplo, uma atualização automática ou agendada atualizará uma extração .tde para .hyper.

OBSERVAÇÃO: use a API de extração 2.0 para criar extrações (.hyper), que necessitam do Tableau 10.5 e posterior. Se você estiver usando o Tableau 10.4 e anterior, continue a usar o SDK do Tableau para criar as extrações .tde. O SDK do Tableau não tem mais manutenção. Para obter mais informações, consulte API de extração 2.0.

Compatibilidade de versão

As extrações atualizadas não têm retrocompatibilidade. Após as extrações serem atualizadas do formato .tde para o .hyper, elas não podem ser abertas ou atualizadas no Tableau Desktop 10.4 e anterior. A Tableau recomenda que o Tableau Server e todos os Tableau Desktops da sua empresa sejam da mesma versão e estejam atualizados para a versão 10.5 ao mesmo tempo. Para obter mais informações sobre cenários de compatibilidade específicos, consulte Impacto da atualização de extração.

Funções no site removidas: visualizador (pode publicar) e não licenciado (pode publicar)

As funções no site de Visualizador (pode publicar) e Não licenciado (pode publicar) se tornaram obsoletas e não estão mais disponíveis. Os usuários com qualquer uma dessas funções no Tableau Server 10.4 ou anteriores serão atribuídos novas funções no Tableau Server 10.5.

Função no site obsoleta No 10.5 será atribuída a função
Visualizador (pode publicar) Visualizador
Não licenciado (pode publicar) Não licenciado

Projetos aninhados e navegação de conteúdo

Agora é possível criar hierarquias de projeto quando quiser segmentar o conteúdo em subseções dentro de uma área mais ampla. Por exemplo, você pode criar um projeto para cada departamento. Em cada um desses projetos de nível superior, é possível separar o conteúdo com base em como ele é usado pelo público-alvo (por exemplo, conexão com dados certificados versus colaborações em andamento). Para obter mais informações, consulte os artigos a seguir:

Projetos aninhados e o tabcmd

Ao usar o tabcmd, só é possível especificar um projeto de nível superior na hierarquia de um projeto. Para automatizar tarefas que deseja realizar em um subprojeto ou conteúdo em um subprojeto, é necessário usar a chamada equivalente a API REST do Tableau.

Nem todas as ações estão disponíveis por meio da API REST. Se usar o Server no Windows e quiser executar uma atualização de extração não agendada ou anexar um arquivo a uma extração, uma alternativa possível é usar o Utilitário de linha de comando para extração de dados do Tableau.

Pesquisa filtrada oculta por padrão

Agora, as opções de pesquisa filtrada estão localizadas no lado direito das páginas e ficam ocultas por padrão. O ícone de alternar ficará escuro () quando o painel Filtros estiver aberto e claro () quando o painel Filtros estiver fechado. Para obter detalhes sobre a pesquisa, consulte Pesquisar conteúdo.

Para usar a pesquisa filtrada, clique em .

O que mudou na Versão 10.4

A versão 10.4 inclui as mudanças a seguir que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre o que há de novo no Tableau Server 10.4, consulte O que há de novo no Tableau Server.

As seções a seguir resumem as mudanças significativas para o Tableau Server 10.4 e fornecem links para obter informações adicionais.

Layouts de painel

O recurso de espaçamento de painel preciso adicionado à criação pode provocar desvios por alguns pixels dos elementos nos painéis existentes. Isso afeta os elementos lado a lado e flutuantes. Recomendamos confirmar os layouts de painéis existentes durante o teste de atualização. Para obter mais informações, consulte Espaçamento de painel preciso na Ajuda do usuário do Tableau.

O que mudou na versão 10.3

Nenhuma alteração na versão 10.3 impacta a atualização.

Para obter informações sobre o que há de novo no Tableau Server 10.3, consulte O que há de novo no Tableau Server.

O que mudou na versão 10.2

Nenhuma alteração na versão 10.2 impacta a atualização.

Para obter informações sobre o que há de novo no Tableau Server 10.2, consulte O que há de novo no Tableau Server.

O que mudou na Versão 10.1

A versão 10.1 inclui algumas mudanças que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre o que há de novo no Tableau Server 10.1, consulte O que há de novo no Tableau Server.

As seções a seguir resumem as mudanças significativas para o Tableau Server 10.1 e fornecem links para obter informações adicionais.

TabcmdInstaller.exe não é mais instalado com o Tableau Server

O programa de instalação do utilitário tabcmd não é mais adicionado à pasta \extras durante a instalação do Tableau Server. o próprio utilitário (tabcmd.exe) ainda está instalado no nó primário ao instalar o Tableau Server, mas o programa de instalação separado para instalar o utilitário em outros computadores não. Se precisar instalar o utilitário tabcmd em computadores adicionais, faça o download dele no Tableau Software. Para obter detalhes, consulte tabcmd.

O que mudou na Versão 10.0

A versão 10.0 inclui algumas mudanças que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre o que há de novo no Tableau Server 10.0, consulte O que há de novo no Tableau Server.

As seções a seguir resumem as mudanças significativas para o Tableau Server 10.0 e fornecem links para obter informações adicionais.

Alterações na instalação do Tableau Server

As alterações descritas nesta seção têm um efeito significativo no processo de atualização.

A desinstalação manual da versão anterior não é mais necessária

A partir da versão 10.0, é possível atualizar o Tableau Server para uma nova versão sem primeiro desinstalar manualmente a versão anterior (quando a versão anterior é 8.2 de 64 bits ou posterior). Ao executar o programa de instalação, a versão existente do Tableau Server é reconhecida e desinstalada como parte do processo de atualização.

Observação: se estiver atualizando para a versão 10.0 e desejar, será possível desinstalar manualmente a versão existente antes da atualização, seguindo o mesmo processo de atualização que faria em versões anteriores à 10.0.

A instalação oferece uma opção de backup

Se seguir o novo fluxo de trabalho e deixar que o programa de instalação desinstale sua versão existente do Tableau Server, você será solicitado, durante o processo de instalação, a criar um backup completo de sua instalação do Tableau. Esse backup é uma medida de segurança e é criado para ser usado caso haja um problema inesperado durante a atualização. Caso já tenha um backup do estado atual de sua instalação, você poderá ignorar o backup durante a atualização para economizar tempo. Para obter mais informações, consulte Opções de atualização do Tableau Server.

As instalações de dois nós estão limitadas a uma única instância do repositório

Se você configurar uma instalação de dois nós do Tableau Server, você ficará limitado a um único repositório. Se estiver atualizando de uma instalação de dois nós com dois repositórios, você será solicitado a remover uma instância. Para obter mais informações, consulte Instalar o Tableau Server em um cluster de dois nós.

Alteração de domínio de tableausoftware.com para tableau.com

A partir da versão 10.0, o servidor de licenciamento pode ser encontrado em tableau.com. Em versões anteriores à 10.0, ele estava localizado em tableausoftware.com. As regras de firewall ou as configurações de proxy que especificam o domínio tableausoftware.com precisam ser atualizadas para a versão 10.0. Para obter mais informações sobre as configurações de proxy, consulte Configuração de proxies do Tableau Server.

Observação: as versões anteriores do Tableau Server continuarão acessando o servidor de licenciamento no domínio tableausoftware.com. Se a sua empresa estiver executando versões do Tableau Server anteriores à 10.0, continue a usar tableausoftware.com para as configurações de proxy e firewall.

Requisitos mínimos de hardware ajustados

Com a versão 10.0, o Tableau Server pode ser instalado em um computador de 2 núcleos. (Anteriormente, o Tableau Server precisava de pelo menos 4 núcleos). Essa configuração de 2 núcleos permite que você teste o Tableau Server em hardware restrito apenas em avaliações e prototipagem. Para obter mais informações, consulte Requisitos mínimos de hardware e recomendações para o Tableau Server.

O Tableau Server não está mais disponível como um aplicativo de 32 bits

Na versão 10.0, o Tableau Server está disponível apenas como um aplicativo de 64 bits. Para obter informações sobre a atualização de uma versão de 32 bits do Tableau Server para a versão 10, consulte Atualização do Tableau Server de 32 para 64 bits.

O Tableau Server não oferece mais suporte ao Windows Vista ou Windows Server 2008

Com a versão 10.0, o Tableau Server não oferece mais suporte ao Microsoft Windows Vista ou Windows Server 2008 (ainda há suporte para Windows Server 2008 R2).

O Tableau Server não é mais compatível com versões anteriores do Microsoft Internet Explorer

Com a versão 10.0, o Tableau Server não oferece mais suporte ao Microsoft Internet Explorer 8, 9 ou 10.

Essa alteração afeta os clientes que estão realizando uma instalação inicial do Tableau Server no Windows 8.0 ou Windows Server 2012 (não R2). Nenhum desses sistemas operacionais é compatível com o Internet Explorer 11.

Para concluir a configuração do Tableau Server, você precisa usar um navegador em um computador servidor para adicionar uma conta de administrador. Para isso, é necessário um navegador compatível com o Tableau Server. Isso significa que, no Windows 8.0 e no Windows Server 2012 não R2, será necessário usar a versão mais recente do Chrome, Firefox ou Safari. Há a opção de desinstalar esse navegador depois da conclusão da instalação inicial.

Observação:Isso afeta apenas uma instalação e configuração inicial, já que não é necessária uma conexão de navegador ao atualizar ou restaurar o Tableau Server.

Para obter mais informações sobre a política da Microsoft para suporte ao Internet Explorer, consulte Ciclo de Vida de Suporte da Microsoft.

O Tableau Server não é compatível com o Microsoft Internet Explorer 11 e superior no modo de compatibilidade

A versão 10.0 do Tableau Server não é compatível com os modos de compatibilidade herdada no Internet Explorer 11 e superior.

Essa alteração o afetará se seus usuários visualizam páginas da Web com exibições do Tableau incorporadas enlas e que definem o Internet Explorer para o modo de compatibilidade com valores DOCTYPE HTML. Isso pode ser um problema com configurações do SharePoint que forçam o modo de compatibilidade. Para evitar que os usuários visualizem páginas da Web que coloquem o navegador em modo de compatibilidade, ajuste as configurações de modo que o Internet Explorer não seja colocado em modo de compatibilidade ou use outro navegador compatível, como Chrome, Firefox ou Safari.

O processo de servidor da API (wgserver) foi removido

O processo de servidor da API (wgserver) foi removido do Tableau Server. O processo estava disponível, mas desativado por padrão na versão 9.3. O processo de servidor da API era utilizado para dar suporte à API REST, contudo, a partir da versão 9.3, essa funcionalidade foi transferida para o processo de servidor de aplicativos. O processo de servidor da API foi removido, mesmo que você tenha explicitamente permitido o processo em uma versão anterior do Tableau Server. Para obter mais alterações sobre as alterações na REST API, consulte O que há de novo na REST API.

Observação: por razões históricas, algumas opções de configuração tabadmin continuarão a usar "wgserver" no nome da opção, mas isso não se refere ao servidor API antigo.

O que mudou na versão 9.3

A versão 9.3 inclui algumas mudanças que o usuário deve conhecer antes de fazer a atualização.

Para obter mais informações sobre o que há de novo no Tableau Server 9.3, consulte O que há de novo no Tableau Server.

As atualizações ao Tableau Server 9.3 têm o seguinte impacto:

Novas configurações padrão com base em hardware

O instalador do Tableau Server detecta o hardware do seu computador e cria uma configuração padrão ideal para instalação de servidor único e para o servidor primário em uma instalação de vários servidores. A nova configuração padrão determina o número de processos que serão executados para cada tipo de processo do Tableau Server.

Ao atualizar uma instalação de servidor único ou de vários servidores para qual tenha previamente aceitado a configuração padrão, o processo de atualização mudará a configuração para a nova configuração padrão baseada em hardware. No entanto, se você atualizar um servidor em que configurou um número personalizado de processos de servidores, a atualização preserva a configuração personalizada, para atualizações de servidores únicos ou vários servidores.

Após atualizar, se desejar reverter para a configuração padrão anterior, use a tabela a seguir para determinar o número de processos a definir no utilitário de configuração do Tableau Server, com base no número de núcleos de CPU no servidor primário:

Número de processos

  VizQL Server Servidor de dados Processador em segundo plano
  Anterior a 9.3 No 9.3 Anterior a 9.3 No 9.3 Anterior a 9.3 No 9.3
8 núcleos 2 2 1 2 1 2
12 núcleos 2 3 1 2 1 2
16 núcleos ou mais 2 4 1 2 1 2

Observação: se o computador em que instalou o Tableau Server tiver menos que oito núcleos de CPU, a configuração padrão não foi alterada em relação à execução de um processo cada.

Para obter mais informações sobre os padrões para 9.3, consulte Padrões de instalação de servidor primário.

Para obter mais informações sobre a configuração do número de processos para o Tableau Server, consulte Reconfigurar processos.

Repositório Postgres de Alta Disponibilidade - failover mais rápido

Melhorias ao processo de failover significam que agora os processos não precisam ser reiniciados uma vez que o repositório passivo é ativado. Isso significa que o tempo de inatividade para um failover de repositório foi reduzido de forma significativa.

Instalação distribuída - atualizações manuais do computador de trabalho

Devido a uma atualização no software de terceiros, uma atualização para a versão 9.3 requer a atualização manual dos nós de trabalho. Um aviso durante a instalação da versão 9.3 informará a você que os nós de trabalho não podem ser atualizados automaticamente. Para obter mais informações sobre a atualização, consulte Executar a atualização.

Servidor da API (wgserver) preterido

O processo de servidor da API foi substituído. Na versão 9.3, o processo ainda está disponível no Tableau Server, mas foi desabilitado por padrão nas novas instalações. O processo de servidor da API era utilizado para dar suporte à REST API, contudo, a partir da versão 9.3, a funcionalidade foi transferida para o processo de servidor de aplicativos. Se você explicitamente ativou o processo de servidor da API em uma versão anterior do Tableau Server, o processo continuará ativado na versão 9.3.

 

Agradecemos seu feedback! Ocorreu um erro ao enviar o feedback. Tente novamente ou envie-nos uma mensagem.