Failover de repositório

Em uma instalação do Tableau Server, o banco de dados do repositório (pgsql) é um dos processos-chave obrigatórios. O repositório do Tableau Server armazena informações sobre usuários e grupos do Tableau Server, além de atribuições de grupo, permissões, projetos, fontes de dados, metadados de extrações e informações sobre atualizações. Como isso é essencial para o funcionamento do servidor, o Tableau Server fornece um "failover" automático integrado ao repositório quando o servidor é instalado em um ambiente distribuído que atende a requisitos específicos.

Failover automático de repositório

O failover automático de repositório significa que se houver um problema com o repositório ativo do Tableau Server, o servidor alterna automaticamente para o repositório passivo. Isso não acontece imediatamente, ou seja, o failover não ocorre para proteger contra problemas momentâneos que não justificam uma mudança, mas entrará em ação se o repositório não estiver disponível por mais de cinco minutos .

Para que o failover automático de repositório funcione, a instalação do Tableau Server requer:

  • No mínimo, três nós

  • Duas instâncias do repositório instalado

    Opcional, mas altamente recomendado:

  • A implantação de um ensamble de Serviços de coordenação de vários nós

Ao atender essas condições, o failover do repositório ocorrerá se o repositório ativo ficar indisponível, devido a um problema com o processo ou uma problema com o nó em que o processo é executado. Se o repositório original ficar disponível novamente (por exemplo, se o nó for reiniciado e todos os processos forem executados normalmente), ele é transformado em repositório passivo, disponível para failover, se necessário.

Failover manual de repositório

Existem muitos motivos para voltar ao repositório original após o failover. Um deles seria se a instância do repositório for instalada em um computador com mais recursos. Para fazer isso, use o comando tsm topology failover-repository com o objetivo de alternar manualmente para o repositório original. Para obter mais informações, consulte tsm topology failover-repository.

Repositório ativo de preferência

Ao configurar o Tableau Server você tem a opção de especificar um nó como o repositório ativo de preferência. Quando o Tableau Server estiver configurado para failover de repositório, o nó do repositório ativo de preferência é aquele usado para o repositório ativo. Esta etapa é opcional, e caso um nó do repositório ativo de preferência não seja especificado, o Tableau Server irá selecionar o nó do repositório ativo ao iniciar.

Para configurar o repositório ativo de preferência, use o comando tsm configuration set para definir a opção pgsql.preferred_host:

tsm configuration set -k pgsql.preferred_host -v "<host_name>"

Observação: o host_name diferencia maiúsculas de minúsculas e deve corresponder ao nome do nó mostrado na saída do tsm status -v.

Configure um nó de repositório ativo de preferência se quiser que o Tableau Server selecione um nó específico ao iniciar. Você pode desejar fazer isso se tiver um servidor em particular que queira usar para seu repositório ativo (um computador com mais espaço no disco ou na memória, por exemplo), ou se estiver usando exibições administrativas personalizadas. Exibições administrativas personalizadas possuem informações de conexão inseridas que referem-se ao repositório para o qual as exibições foram criadas. Para obter mais informações sobre como se conectar ao repositório do Tableau Server, consulte Coletar dados com o repositório do Tableau Server

Agradecemos seu feedback!