Governança com o Tableau

Talvez o princípio mais importante ao adotar a análise moderna seja garantir que o autoatendimento e a governança não estejam em conflito. O objetivo do autoatendimento é permitir que todos façam suas próprias perguntas e encontrem respostas para elas usando dados confiáveis para tomar decisões de negócios embasadas. A governança é um elemento fundamental do Tableau Blueprint, pois é ela que possibilita o autoatendimento. Como ponto de ancoragem, a governança orientará todas as decisões à medida que a equipe de projeto desenvolve agilidade, proficiência e estabelece uma comunidade em toda a organização.

A governança é a combinação de controles, funções e processos repetíveis que geram confiança nos dados e nas análises. As partes interessadas da empresa e os representantes da TI na equipe de projeto são responsáveis por definir, juntos, a governança de dados e conteúdo. Em um ambiente de autoatendimento bem-sucedido, os níveis adequados de governança criam responsabilidade e possibilitam, em vez de restringir, o acesso conteúdo confiável para os usuários da sua organização. A governança é um espectro: diferentes tipos de dados e conteúdo exigem diferentes tipos de governança. Não se trata de um esforço único, pois as habilidades e as expectativas evoluirão com o tempo. A avaliação periódica dos processos de governança permitirá que você evolua e delegue mais responsabilidades à medida que novas habilidades analíticas e casos de uso se desenvolvem.

Como o Tableau, você governará duas coisas: dados e conteúdo. A governança de dados garante a precisão dos dados que orientam as decisões dos usuários. A governança de conteúdo ajuda os usuários corporativos a encontrar, compartilhar e usar com rapidez e confiança pastas de trabalho e fontes de dados. De diretrizes flexíveis a limites firmes para o uso do Tableau, as organizações devem criar seus próprios modelos de governança em conformidade com suas políticas e procedimentos internos e com as necessidades gerais de negócios. Os modelos de governança da sua organização devem abranger os processos de gerenciamento de dados e conteúdo e as pessoas que entendem e cumprem os controles estabelecidos. Como outras atividades de gerenciamento da plataforma do Tableau, é necessária uma abordagem ágil e iterativa para se adaptar aos novos requisitos de negócios à medida que a adoção e o engajamento do usuário aumentam em toda a organização.

Encontrar o equilíbrio certo entre flexibilidade e controle significa que você obterá ao mesmo tempo as vantagens do autoatendimento e da governança:

  • Fornecer os dados adequados para o público certo em um modelo operacional controlado e seguro.
  • Criar uma base para decisões impulsionadas por dados.
  • Estabelecer confiança para gerar valor comercial.
  • Documentar processos em um formato transparente, compreensível e fácil de consultar.
  • Contribuir para a estabilidade da plataforma e reduzir a proliferação de dados e conteúdo duplicados com fluxos de trabalho governados.

Este documento descreve o fluxo de trabalho da análise moderna e o papel da governança nele, as áreas de governança que devem ser levadas em consideração e, por fim, a definição dos modelos de governança. Use este documento em conjunto com a guia Governança de dados e conteúdo do Planificador do Tableau Blueprint, que contém considerações importantes para cada área de governança, para ajudar a estabelecer padrões, processos e políticas em sua organização de modo a gerenciar com segurança dados e conteúdo.

 

Outros artigos nesta seção

Agradecemos seu feedback! Ocorreu um erro ao enviar o feedback. Tente novamente.